segunda-feira, dezembro 14, 2009

Segunda feira

A Sílvia pediu-me para tirar umas fotos para ela - as saudades têm destas coisas - e eu não a quis desiludir! Vai daí, e porque queria lá ir também, passei pelos Jardins da Calouste Gulbenkian.
Não sei exactamente há quanto tempo não ía lá, mas sei que ainda estava a faculdade. Fui lá com alguém para irmos comprar um livro à livraria do sítio.

E os jardins são óptimos. Sobretudo com este sol fantástico!













Arte. Com os tradicionais pombinhos.



Arte. Pura e dura.



Instalação artística.



Bambú. Terá ele vindo do Japão?









Uma grandesíssima pata a tomar banho.



Será este banho público o equivalente a alguém puxar do corta-unhas dentro do 36?









E a tradicional fotografia na Gulbenkian. Tenho a certeza que qualquer pessoa da minha geração, nascida e criada em Lisboa, tem uma fotografia aqui quando era piriri.



O passeio continuou. E fui parar à estação de metro do Terreiro do Paço.
É curioso que a "caixa" que é a estação está mesmo estanque. Mas vê-se uma águinha em alguns sítios, sobretudo quando os túneis de acesso chegam ao corpo da estação.
De resto, está belíssima!















E dentro do metro resolvi tirar uma foto a este poster de publicidade... É que é tão estranho!



Pronto, as feministas vão já dar-me cabo da cabeça... Mas que é estranho, é!

Quando cheguei à grande Amadora, fui até ao parque junto à estação para ver a feirinha de artesanato - há-a sempre nesta altura do ano - e tirar umas fotos à iluminação de Natal!






Passei em casa da Aidónia...



Onde tirei uma foto com a tia Alice. Não a via há anos e anos e ela continua óptima!



Assim foi o dia de hoje. Que terminou com a notícia que a minha mãe foi para o hospital com a minha avó. Desde a cena que aqui escrevi que ela não tinha ficado completamente bem...
O achaque não foi do coração, mas sim dos brônquios...

Mas certamenre que tudo ficará bem.

6 comentários:

Individual(mente) disse...

Lamento saber que a tua avó não está melhor :(

Adoro os jardins da Gulbenkian, sobretudo do café-resto e da vista de lá. Posso dizer, à la Malato, que já fui muito feliz nesse jardim.

Sou tão homem das cavernas que ainda não visitei as novas estações de metro :s
Mas parecem arquitectonicamente impecs!

vermelhinha disse...

Muito Muito obrigado pelas fotos e pelo "passeio" aos jardins da Gulbenkian. Ai que saudades que apertam cada vez mais!


lamento muito a situação da tua avó, espero que tudo se recomponha o melhor possível! Força!

Astrid disse...

As melhoras e muitos beijinhos.

Beijos, flores e estrelas *****

Hannah disse...

Lindo, desejo as melhoras da tua Avó... dá-lhe muitos miminhos... acredita que em parte ajudam muito na recuperação.

Jokinhas e um xi-coração bem apertado.

Anónimo disse...

Oh...só agora vi o teu estaminé, como tá a avó? Espero que melhor e animado como sempre! :)
A nossa cidade tá toda linda com as iluminações de natal! E os golfinhos...ui...esses animais do presépio! :P
Beijocas grandes
Inês

Sofia Feliz disse...

Ui, o que eu namorei nesses jardins!!

Ai ai...

Já agora, que andei uns dias desaparecida daqui, as melhoras da tua avó!