segunda-feira, agosto 29, 2011

Para a risota. Outra vez.

A Leonor faz-me destas e relembra-me de coisas épicas.

E de repente fiquei com uma vontade louca de ir ao WalMart de iphone em riste!

Notícias

Parece que a Índia vai finalmente ter um procurador geral da república. O que me deixa espantado, que sempre pensei que tal personagem viesse no pacote original do estabelecimento de uma república. Sobretudo na maior democracia do mundo.
Seja como for, parabéns sahib Índia. Só espero que as vossas investigações sejam mais céleres que as nossas e que depois se chegue algures. E que não haja prescrição de crimes nem compadrios.

Ora bem, mais um primeiro ministro para o Japão. O sexto em cinco anos, numa das maiores economias do mundo. E toda a gente percebe que isso pode ser um problema. E se aqui é um problema as coisas andarem para a frente, lá, então, as coisas são ainda piores. É que lá nunca se ouviu do simplex. Ou do belo desenrascanço luso.
Este primeiro ministro tem muitos desafios pela frente, desde continuar a reconstrução depois do terramoto, contornar o problema nuclear, cortar a maior dívida pública do mundo, meter o yen pra baixo, acabar com a deflação e relançar a economia, fazer com que os japoneses voltem a ter bebés...
Por estas e por outras, ganbatte, pá. E só vos digo que nos faz muita falta alguém com o punho, o cabelo e os tomates do Koizumi. Senão não saem daquele marasmo.

Este governo anda feito louco à pala da troika e da crise e o raio que o parta. Mas lá se lembrou de castigar aqueles que trabalham para o Estado e não dão contas do que fazem! Assim parece que os gestores municipais que não deêm contas do que andam a fazer vão para o olho da rua.
Espanta-me é que isto não tenha sido sempre assim!

domingo, agosto 28, 2011

A Miss Piggy é a maior!

Era até para dizer "máior", mas depois acusavam-me de fazer pouco dos sotaques...

Mas isso agora não interessa nada! Enjoy!

segunda-feira, agosto 22, 2011

Notícias

- As empresas portuguesas também se expandem pelo mundo fora... Lá está, há histórias de sucesso em Portugal. Pena é que não larguem cá mais dinheiro!


- Há coisas na América que não se entendem mesmo... Maldito puritanismo dum raio!


- Eu gostava de ter um décimo do que eles têm. E já nem exigiria ser ditador!

domingo, agosto 21, 2011

Passeio de Sábado

Sábado andei a passear por Lisboa. Uma das senhoras que nos deu formação no Reino Unido está em Lisboa por causa do projecto que vamos iniciar e eu ofereci-me para a levar à descoberta da bela Lisboa. Apesar do estranho verão que temos tido...

Começámos logo com uma das melhores vistas de Lisboa: a Telma!


E olhem lá bem o que Lisboa tem para nos oferecer! Just like that!

video

E depois andámos por aí. Incluindo muito eléctrico, muito recanto maravilhoso, muita história.







Em Belém apanhámos com chuva a valer. Mas acábamos a consolar-nos nos Pastéis... E há melhor maneira?!

Koto em Lisboa

Ontem houve um concerto de koto, no Museu do Oriente.
A noite foi passada em excelente companhia e no meio de muita gargalhada, que é o que a malta gosta.
O koto é um instrumento japonês de 13 ou 18 cordas - como os que foram tocados no concerto - mas até há um de 81 cordas no Japão. Mas ninguém o toca.
A nossa intérprete foi a excelente Naoko Kikuchi que, muito simpaticamente, nos ía dando conta do que tocava - e até cantava - e do que era o koto e de como funcionava. 
Foi mesmo muito bom!

Segue agora uma reclamação para o Museu, que as criancinhas não deviam estar em tais eventos. Que são uma valente seca para os miúdos. E os paizinhos das criancinhas deviam era levas umas chibatadas em praça pública!

Coisas móveis

Agora que tenho um telemóvel todo pipi vou tirando fotos e mais fotos e ainda mais fotos. E cá ficam umas amostras de coisas que andei por aí a fazer nos últimos tempos. Mas como não ligo o iPhone ao computador todos os dias, agora saem fotos em catadupa!

Estas primeiras foram ainda da visita da Lauren. Que foi, na prática, o meu período de férias de verão...


E  choro na hora da despedida.


Aliás, como diria o saudoso Henrique Mendes, a vida é feita de encontros e desencontros. O que também se aplica à recepção e despedida de pessoal fixe... O Yasunori voltou para o Japão.


Mas como lhe disse não é um sayonara mas um matane!

No meio disto tudo, fiz umas compras para o verão que bem precisava...



Nunca pensei que fosse tão difícil comprar uma camisa de verão de jeito nesta terra! Uma pouca vergonha, juro, palavra d'honra!

E, pela primeira vez em muitos anos, comprei um pólo. Muito giro e que lavei à mão logo para o poder estrear!

Sou um prendado.

O que também comprei, graças ao olho atento de mamãe, foi esta laterna. Mais tarde transformada pelas exímias mãos de papainum belíssimo candeeiro para o meu corredor.


É que o meu pai uma vez ligou-me todo aflito que me tinha partido um outro candeeiro que tinha comprado ao Kojiro, um artista japonês que trabalha com vidro cá em Portugal.
A coisa era, de facto, única e não foi propriamente dada... Mas como lhe disse, o principal é que ninguém se tivesse magoado. Até porque o candeeiro era todo em vidro.
Ele insistia que tínhamos que comprar outro blá, blá, blá mas eu disse-lhe que não fazia mal. E agora tenho um substituto à altura.

E o que também está à altura da minha entrada é esta consola. A última coisa que me faltava comprar cá para casa! E cá está. Linda e maravilhosa e encimada por um retrato meu dos tempos japoneses e pintado pelo Taka.


No meio das compras e das despedidas fui ter com a Inês e com a Sónia. O que nos rimos com a senhora que parecia feita de plasticina.


E mais não digo, que há coisas que não se contam. Senão deixam de ter piada!

E muito me num reencontro com a Susana e com uns seus amigos italianos.


À beira de um bitoque, you cannot go wrong, can you?!


Cá está o momento alto deste post: eu e a minha mãe a dançarmos Shakira enquanto o o meu pai fotografava!


Posso ser louco, mas ao menos já sabem a quem saio!

De resto, de quando em vez - mais agora que os meus pais estão de férias - lá vou cozinhando qualquer coisita... Tudo muito simples, que não tenho paciência.



Como podem ver acima, o peixe pronto a cozinhas faz milagres. Mas as batatinhas são obra minha!

Também houve aniversários...






E até vi a Joss Stone a cantar. Mas só a primeira canção que já estava farto de ali estar em pé e no meio de tanta gente. Incluindo um tipo a vomitar...


O que me valeu foi esta g'anda maluca, a minha Linette do coração!


Houve companhia da boa...


Que depois dá em coisas destas...


Graças à minha Linette de quem falei ali acima, dei com os maravilhosos noodles da Go Natural! Parece mesmo que vou ao Japão e venho durante uns minutos. Mas melhor.


Olha a minha Faneca!


E a Rita!


E o Nelson.


E outra vez a minha Faneca com o meu boomerang como pano de fundo.


E o Daniel. Que deixou Lisboa, com muita pena minha!


Mas o que me vale é que ainda há quem por cá esteja, como é o caso da Miku, essa divertida!


Por falar em diversão, ele há com cada anúncio aqui na minha zona... UI!


Se decidirem ir aos saldos, digam como correu. E que tipo de herpes apanharam...

E agora para algo completamente diferente: mais um aniversário. Desta vez do Kevin, numa casinha maravilhosa em Sintra. Com o verão em Lisboa e um nevoeiro cerrado na Serra.


A companhia foi maravilhosa. Uma noite mesmo muito bem passada, devo dizer.

E companhia maravilhosa é também o Anders que foi agora papá. E nós, lá no trabalho, demos-lhe um pequeno presente.


O Anders é um fixe! Continuo a pensar que o que é sueco é bom. E pronto!

E dei com este livro dessa maravilhosa parte da história do cinema:


É assim a minha vida: sossegada e sempre no mesmo marasmo...

quarta-feira, agosto 17, 2011

The Rise of the Planet of the Apes

Já vi todos os outros filmes todos desta velha série. E gostei deles todos. Mesmo assim, foi um prazer poder ver este novo filme. Para me relembrar da história desde o princípio e, sobretudo, poder imaginar o que se segue. É que este filme está cheio de pequenas pistas do que se segue...

Li críticas que diziam que a história do filme era pobrezinha e que a coisa era só efeitos especiais... Mas a verdade é que a história é só o princípio de tudo e, como disse, tem apontamentos do que se seguirá.


E olhem que bem me emocionei quando o Cesar disse Cesar is home! 'Tadinho do b'chinho!

domingo, agosto 14, 2011

Um nadinha de humor negro...


Graças à Elma...

O fim de semana passado

A minha vidinha tem andado mais sossegadita, como sabem... Não é que não queira escrever aqui, mas a cena é que tenho andado mais caseiro, com uns apontamentos sociais aqui e ali.

No passado fim de semana fui a um belíssimo casamento em Marvão, aquele sítio fantástico quase em Espanha.

Ficam aqui umas fotografias...






Enquanto eu pus os pézinhos de molho ouve quem se atirasse à água...


E só vos digo, estava um porco no forno que era uma ma-ra-vilha!!! Até dancei!



Aliás, dancei como não dançava há muito, muito tempo. Foi tão bom, tão divertido. E, sobretudo, em belíssima companhia!

Ficámos num simpático hotel em Castelo de Vide e, no regresso à Grande Alface, passámos pelo Redondo, que estava todo decorado com flores de papel. Uma coisa mágica!






E ainda nos cruzámos com a famelga.



O pior desta visita foi levar uma hora à espera do almoço... Valha-nos Ganesh. Ou Vishnu. Ou lá quem seja.