segunda-feira, janeiro 28, 2008

Variedades japonesas

O Taka tinha-me convidado para ir ate a universidade ca do sitio para ver um show em que ele ia participar. Ele estuda arte (mais na onda de performing arts e afins), pelo que uma serie de cursos estava a montar uma performance para o publico. Eu estava um bocado receoso, porque a coisa ia ser no ginasio e com o frio que esta nao me estava a apetecer nada estar ali duas horas todo enregelado. Mesmo assim, e porque nao tinha nada mais para fazer, convidei a Yuriko para ir comigo.


Chegamos ja a coisa tinha comecado e mal sabiamos que o sitio estava ponteado por aquecedores, o que soube muito bem! E estava cheio. Mas la desencantamos umas almofadas no chao, logo na primeira fila. Mesmo ali a frente. Mas ao fim de 3 horas (a coisa durou mais meia hora do que planeado) eu ja nao conseguia estar sentado. As minhas costas estavam loucas!

Mas o espectaculo la continuou e valeu mesmo a pena. Cheio de cor, cheio de movimento, cheios de coisas diferentes, cheio de gente com coragem (sim, que meninos a tirarem a t-shirt ou meninas que quase mostram as mamas ou pessoas que se tocam de forma mais erotica nao e coisa que se veja todos os dias aqui, dados os pruridos...)






E ca esta o Taka, no topo nao sei de quem! O que vale e que ele e um magrelas!



E a Megumi a esfregar-se no Taka! O que nos rimos com isto!


O humor no Japao e uma coisa muito fisica. Maos a fazerem de penis, gente transvestida ou a cair no chao e o que eles gostam. Eu tambem me ri, dada o inesperado da coisa!

video

Neste grupo que acabaram de ver tambem la estava a Tomoko!



Muita danca, com muita musica boa. E tambem algo um pouco mais tradicional...

video


E ca estao o Taka e a Megumi de volta! Ela e taaao divertida!





Esta ultima, entao, esta deliciosa!

video

Nao sei se ja repararam, ha imensas meninas da escola em tudo quando e danca! E ainda nem chegamos ao fim! Os hentai ("pervertidos sexuais") por esse mundo fora devem estar felicissimos com este post.


E ha quem va ficar muito contente com a mostra de corpinhos Danone que se segue!



video

Sem duvida, um dos momentos que mais admirei, tal a intensidade e beleza dos movimentos!

video

Outra coisa de que gostei muito foi da explosao de cores constante durante o espectaculo. Sabe tao bem depois de ver o cinzentismo constante em que este pais vive!


Agora oicam:

video

Outro dos momentos belos do serao. O Taka a cantar, a Mamiko a tocar ao piano e as meninas a bailar tao bem. Sim, senhor!

De novo o Taka, desta vez com o Shinya.


E a Megumi de volta!


A Mamiko a bailar.






Outra surpresa foi esta demonstracao nipo-neo zelandesa de comeco de jogos de rugby!



video

Eu nao disse que os hentai iam ter um post em cheio? E querem coisa mais japonesa do que grupos de meninas da escola a dancarem juntas com as saias a roda!?

A coisa acabou com uns slides dos meninos do ultimo ano, que estao prestes a terminar o curso ja em Marco. Tambem dancaram e depois fomos todos a nosa vida.

Ainda me cruzei com o Taka a saida e ele so me disse I need to rest ("preciso de descansar"), tal intensidade tinha tido a preparacao de tudo isto! Mas eu tambem lhe disse que tinha bem valido a pena e que foi tudo optimo!

Este post e da inteira responsabilidade dos intervenientes!

Ou melhor, eu avisei que algo de muito mau estava a caminho, por isso nao digam que nao vos avisei.

Primeira coisa ma: sushi. Sim, leram bem. Felizmente ha coisas (nao muitas) bem melhores do que isto na cozinha niponica. E este e um bento de sushi, que se compra numa loja e come-se em casa...


Segunda coisa ma: cortei-me a valer no outro dia, quando estava a fazer a barba! E depois o sangue nao parava e eu tinha que me meter na carreira para ir trabalhar... E, pior, ia sair nessa noite! Nestas condicoes!?
Tirei uma foto e mandei por sms para o pessoal todo, para partilhar da minha infelicidade. Mas ainda bem que nao me doeu!


Terceira coisa ma (como se as outras duas nao fossem ja suficientes): eu a cantar. No sabado andavamos a procura de um restaurante. Como eramos nove, foi um ver-se-te-avias, como de costume. Sem reserva e sempre impossivel. Mas la demos com um sitio refundido la no escafundo. Mas a surpresa foi que a senhora estava a tocar piano para nos! E comecou a tocar uma musiquita que eu conhecia e eu disse-lhe que podia cantar ao som do seu piano...


Mas a coisa saiu francamente mal, como podem ver. E nao digam que nao vos avisei!


E que esta tudo mesmo muito mal: a minha voz, a minha postura (parece que estou com colicas), o facto de me ter esquecido da letra a segunda tentativa! TUDO!

video

video

O que vale e que nao fui so eu a fazer figuras tristes...

video

A unica coisa mesmo boa e a minha t-shirt...

Nao da para ver bem, mas num lado diz me e tem uma pilinha grande e no outro diz you e tem uma pilinha pequenina. As coisas que uma pessoa desencanta na Tailandia!

Percebem agora porque tinha vontade de censurar o meu proprio blog!?

Mais oui, ah bon!

Puis-je le faire ?! En français ?! Non, je ne pense pas ainsi...
Obviamente que nao vo escrever um post em frances e, a bem dizer, foi a internet que me deu a traducao acima... Mas fiquei muito contente por ter ido jantar com algum pessoal que fala frances. Por duas razoes: primeirAs porque o jantar foi optimo. Um okonomiyaki com noodles e lula, que estava uma beleza; segundAs porque percebi uns 83.7% do que eles estavam para la a dizer entre eles. E isso deixa-me feliz. O pior era responder, mas isso tambem nao interessa nada! Se eu tenho professores de ingles que deixam os miudos responder as perguntas em japones nas aulas, porque nao eu nem responder de todo!?
Mas ca ficam uns retratos:




C'était délicieux! Ora, toma!

domingo, janeiro 27, 2008

Aviso a navegacao

Esta para breve (quando me apetecer) um post que e tao mau, tao mau que estou tentado a censurar o meu proprio blog...

Surpresa?


Entao mas o mundo estava a espera do que? Nao se ouve falar de outra coisa a nao ser do continuo movimento de pessoas entre Gaza e o Egipto. O desespero das pessoas leva-as a fazer tudo e mais alguma coisa para sobreviver. E se nao encontram aquilo de que precisam para sobreviver onde estao, entao tem que ir a outro lado busca-las. E se passar para Israel sera impensavel, entao so resta uma opcao: o Egipto, esta claro.

Toda a gente sabe que a situacao naquele canto do mundo e muito especial. Mas nao vejo, e muito raramente se ve, vontade de se ultrapassar uma situacao que magoa as pessoas. Aquelas como todos nos.
Sim, podem haver terroristas envolvidos na coisa, mas ate com estes tem que se negociar, nao ha outra forma. E se o Hamas e uma organizacao terrorista, nao me parece que um estado que ocupa partes de outra nacao, que amputa direitos a cidadaos dessas mesmas partes, que continua a mandar pessoas para onde elas nao pertencem, que continua autista com o apoio de outros poderes austistas seja menos terrorista.

Mas, la esta, e so a minha opiniao.

quinta-feira, janeiro 24, 2008

Chapeus ha muitos, mas nenhum como o meu

Entao nao e que toda a gente pergunta se aquilo e mesmo um chapeu? E se o ponho em cima da secretaria perguntam o mesmo e fazem-lhe uma festinha? E depois dizem que e bom para aquecer as orelhas bla bla bla... A verdade e que ninguem teria tomates para o usar! Isso sei eu. A bem dizer, cada vez que ando com ele na rua, e, com o briol que esta, e a toda hora, fica tudo a olhar. Ate se atravesso uma estrada, quem esta por detras do volante nao deixa de me mirar. E eu nas tintas! Depois de mais de dois anos no Japao, os olhares ja nao me incomodam.

Mas ha quem o experimente, e diria ate que "e ha que dize-lo com toda a frontalidade, tu es uma verdadeira puta fascizoide, oh oh chapeu"! Mas quem mo tirasse agora, mas valia era levar-me a vida! Que anda tudo de orelhas frias e eu com as minhas todas bebes!




As fotografias sao de uma senhora que trabalha na biblioteca de uma das minhas escolas e que come ao meu lado, de uma prof e de uma das minhas alunas (num conjunto Gucci, tambem com os oculos) depois do jogo de basket!

Os deuses devem estar loucos

Ou nos tempos que correm, devem andar no ecstasy ou coisa que o valha.

Entao nao e que hoje, quando ia a sair da escola, a caminho da livraria para comprar mais um dvd do belo Star Trek e seguir dai para o ginasio, dei com alguns dos meus alunos a comecarem uma aula de educacao fisica no ginasio!? Entro por ali, estao nos aquecimentos, deixo-me ficar e comecam a jogar basketball. Um miudo magoa-se e eu entro no lugar dele. Sim, leram bem, eu estive a jogar basket e adorei, nao fui la grande coisa, que aqueles riscos todos no chao e aquelas regras todas e os miudos a correr deixam-se zonzo, que sabem que eu sou fraquinho da cabeca.
Mas foi optimo e adorei. Sobretudo porque nem me lembro da ultima vez que jogara tal coisa!

Depois la comprei o que queria e decidi passar pela policia. Mas nao passei por la so porque sim... Como estamos no Japao pensei que seria possivel que os meus benditos oculos escuros a la yakuza pudessem ter sido encontrados. Mas esta gente nao e normal e fica doida quando ve alguem que nao tem os olhos em bico e tem o nariz grande...
Chego-me la a entrada e pergunto a menina se fala ingles. Ela diz que nao, em ingles. Uma tontinha, ela. Ela pergunta ao que vou e eu, no meu humilde japones, la lhe explico que perdi os oculos. Ela faz uma chamada e depois pergunta-me de que pais sou. Nao percebo porque. Sera que se fosse da Coreia do Norte nao me atendiam? Eu respondi em ingles (o que os confunde por demais!) e ela sai-se com esta: "Fala ingles?" Eu nem queria acreditar!!! E so lhe disse "claro!", o que no Japao e algo forte para o que eles costumam dizer. Ela riu-se.
Mas como tenho andado muito bem disposto (so vos digo que e do ginasio!), nem quis saber. Mas que me deixou a pensar, la isso deixou.
Seja como for, la fui a seccao (e as seccoes publicas sao aridas e desinteressantes onde quer que vamos, so vos digo!) e tiveram que chamar alguem para falar comigo e la veio ela a correr, que nao se faz ninguem esperar, alem de que ela tinha que voltar para a sua secretaria que deve estar cheia de papelada desnecessaria.
Falamos, eu explico, ela ouve e diz a menina da seccao. Ela despede-se e eu assino um papel que a menina acaba por preencher em japones por mim (va la, nao ter que ser eu a faze-lo como e costume). Agora vou ficar a espera que digam qualquer coisa se acharem os meus lindos oculos. A acontecer, porem, sera em japones ou ingles?

E mesmo depois disto tudo, fui ao ginasio onde andei a fazer coisas, mas hoje nao corri, que correra ja com os miudos, mas fiz maquinhas. Vamos la a ver no que e que isto vai dar. Uma coisa e certa: quando chego a casa ja nao durmo a sesta, tal e a quantidade de adrenalina a trespassar-me os poros!

"As opinioes sao como as vaginas: cada um tem a sua e quem quiser da-la, da-la"

Nunca mais me esquecerei desta frase da grande Dra. Rute Remedios! Para mim, uma das melhores personagens criadas pelo Armando Jose.
Ca fica um video de uma das primas da dita cuja, a Dra. Al-Rute:

quarta-feira, janeiro 23, 2008

Dr. House

O Pipo mandou-me este link e eu ja me fartei de rir, como so podia ser. E a cena e que eu ate costumo ver a serie!


terça-feira, janeiro 22, 2008

O desporto nao faz bem a ninguem

Hoje, um dos meus alunos do 5 ano, chega-se ao pe de mim e diz-me assim: "karalhio e um palavrao em portugues, nao e?". Eu nem percebi e perguntei-lhe que palavra era essa... Ele repetiu karalhio. Eu disse-lhe que era uma palavra ma, muito ma mesmo e desatei-me a rir.
Nao ha nada melhor que os miudos para se sairem com coisas destas. E onde e que ele foi buscar esta? Eu so sei que ele joga futebol e que tem um treinador do Brazil. La esta, o desporto nao faz bem a ninguem!

Entretanto, esta um dia de invernia portuguesa: frio e chuva, que ate mete nojo!

segunda-feira, janeiro 21, 2008

Os normais

Dei com este clip num outro site. As vezes via-os e soube-me muito bem dar com eles outra vez! Estao geniais, claro!


Ganda poste

Isto porque antevejo um grande post, nao em qualidade (quem vem ca a procura disso desengane-se ja!), mas em tamanho...

Sao petites choses que tenho para vos contar.

Hoje, por exemplo, o almoco foi caril. Quem me conhece dos tempos da faculdade, decerto que se lembra do nojo que sentia cada vez que la chegava as 8 da matina e ja cheirava a esta especiaria. Nao e que nao a coma de todo, mas no Japao praticamente so a usam para fazer uma sopa hedionda que parece uma coisa que o meu cao faz quando anda mal da barriguita. Seja como for, os miudos adoram os dias em que ha caril para o almoco. Eu, por outro lado, nao podia odia-los mais, porque sao, em geral, sinonimo de fomeca passados 3 minutos. Tudo porque so como o arroz que acompanha o dito caril.
Mas hoje, e nao ha bela sem senao, parecia que a escola toda estava preocupada comigo. Uma escola onde ja vou ha mais de um ano non-stop. Entao uma professora desencantou uma sopinha de milho, daquelas que vem numa saqueta, poe-se-lhe agua quente, mexe-se e a coisa esta feita. E eu AMO essas sopitas kikinhas.
Pronto, estava o meu almoco... Como diria o Hydra, em quantidade anorectica, porque era um niquinho de arroz e meia caneca de sopa, que foi o que deu.
O que vale e que hoje sai super cedo (antes das 2) e fui mamar um valente gratinado com penne a um restaurante ali mesmo ao pe, cheio de natas e coisas boas e que nos poem formosos.

Fui as compras e olhem la o que descobri. Eu nao acho normal:


Achei imensa piada e, ja que andava mesmo a procura de massa, tive que a comprar. N'est pas normal!

E o que tambem nao foi normal, foi ter pago as minhas compras a uma maquina! Num pais onde ate as maquinas multibanco tem horario para abrir e fechar, fiquei boquiaberto quando vi que neste supermercado a que fui havia uma daquelas maquinas onde nos mesmos passamos os codigos de barra e mais nao sei que. Nem queria acreditar.
O proposito da coisa e, obviamente, que nos facamos a coisa nos mesmos. Mas, estando eu no pais das maravilhas, tive que pedir ajuda a uma senhora que estava logo ali, atras do balcao. La veio ela, deu-me as primeiras instrucoes e so voltou para dizer onde e que eu devia meter as notas.
Para a proxima ja vou fazer a coisa sozinho, que eu sou assim, um inteligente.

Nao sei se alguma vez ja vos falei da compra do pao. Se ja o fiz, paciencia, leem outra vez. Senao, agarrem qualquer coisinha para nao desfalecerem de espanto.
Aqui nao ha padarias em cada esquina e pao do bom, como em Portugal. Nao e de estranhar, uma vez que o pao nao faz parte da dieta tradicional do Japao.
Mas vou descrever como se desenrola o processo de aquisicao de produtos panificados:
Entra-se na loja e pega-se num pequeno tabuleiro e numas pincas (do tipo para tirar a salada). Ha prateleiras em volta com os produtos disponiveis. E, com as ditas pincas, nos mesmos tiramos o que queremos e metemos no dito tabuleiro e dirigimo-nos a caixa. Uma vez ai, a conta e feita e o pao metido em sacos.
Na verdade, eu acho que o esquema leva todo imenso tempo e parece que se esta a olhar para uma montra da Prada ou da Bvlgari... E depois ha aquelas senhoras que parecem que nao tem mais nada para fazer do que olhar para cada paozinho e cada bolinho para escolherem UM! Sim, que aqui o pao nao se compra em catadupa. E um destes, um daqueles e um dos outros.
Mas a minha batalha e outra, que cada um compra o que quer, desde que nao levem tres mil anos a minha frente, que nao tenho pachorra. Mas e que aqui, com a mania dos embrulhos e das aparencias, cada tipo de pao ou bolo e metido em sacos diferentes que, por sua vez, sao todos metidos num saco maior. Eu acho isto um desperdicio enorme, sobretudo num pais que se diz amigo do ambiente. Ganda peta! E entao la vou dizendo as meninas das padarias - que sao sempre meninas - que quero so um saco! Mas nao ha maneira delas aprenderem! E hoje ate disse a umas, em japones (la esta, sou um inteligente!), que o plastico e mau. Nao o quero em demasia.

Mas agora que o fim de semana terminou, ha coisas para contar... No sabado a Danielle e o Scott celebraram os seus aniversarios. O plano era ir ate a um salao de jogos aqui perto as 2 da tarde. Eu tinha coisas para fazer, incluindo ir ao ginasio (topem as mudancas nas minhas prioridades!) e meter alguma ordem na barraca, mais uma vez. Por isso so la cheguei quase as 8. De notar que o sitio nao e nenhum salao de jogos daqueles manhosos no Alto da Damaia ou afins, mas sim um quase-casino.
Fiquei muito feliz por nao ter la estado o dia todo, porque o sitio e muito barulhento e toda a gente sabe que eu sou fraquinho da molecula. Mas tambem fiquei feliz porque pude jogar aquelas coisas das corridas, que tanto gosto...


Quem diria que eu sou dado a estas coisas?

Mas havia la mais gente a fazer coisas!


E tambem me estreei neste jogo, cujo nome nao sei. O Taka ganhou a primeira volta, mas eu ganhei o segundo jogo. Upa upa!


E as meninas estavam loucas!



Tive sempre medo de, de alguma forma, partir os dedos... A coisa e mesmo rapida!





Ca esta a Danielle, a aniversariante.


E ca esta o Scott, o aniversariante da noite, num jogo cujo intuito e bater nos tambores a ritmo certo!



E demos com um puto a levar um boneco do Stitch para casa, que era quase maior que ele. Curiosamente, tinha-se cruzado com a Kim e tinha-lho dado para a mao... Que kiko!


A noite de sabado foi curta, que pouco depois o pessoal pos-se em debandada.

No domingo foi dia para mais um petit rien, desta vez em casa do Adam. Mas a primeira foto e da minha casinha, mais propriamente da minha caminha, coisa mai' boa e do belo do meu edredon, que e um fofo. E a Lea (uma amiga da Elecia que esta de visita) e a Hanae bem que gostaram da combinacao! E eu ate as compreendo... Com o briol que esta!


E ca esta a Lea a ver se as medidas da minha casa de banho sao as ideais ou nao...


Elas vistoriaram o meu palacete e ficaram muito bem impressionadas. Mas depois la voltamos a casa do Adam, onde estava a festa propriamente dita. E o JT a acender o fogareiro!


Entretanto o Doron chegou e meteu os presuntos em frente ao aquecedor. Como tinha apanhado uma valente molha, os pes dele ate deitavam fumo!


E ca esta o Doron, outra vez, a fazer um valente favor ao pessoal, tapando a sua cara com papel de cozinha com o Mickey e companhia!


Esta menina mete tudo na boca! Incluindo um valente pedaco de talo de broculos cru! Eu tambem provei, que a gente nao pode dizer non aos franceses, nao e?


E com cenouras deste tamanho - ninguem queria acreditar que as havia no Japao, o pais dos tamanhos minusculos - nao ha mais comentarios a fazer...


...senao que a Elecia estava muito feliz. E como diria a Lea, depois de eu lhes ter chamado pigs: we are not pigs, we are just horny! Amei!


E este tarado nao podia deixar de dar sinal, tambem... Alias, mesmo o Javi estava intrigado!


Os nossos seroes juntos sao sempre ricos em momentos culturais e apontamentos do Cirque du Soleil.


E la esta o Yoji numa prolongada esfregadela da cara...



E assim foi o serao, que se passou muito bem, sim senhor e que terminou com a minha sessao de televisao do costume. Hoje, porem, quando acordei pouco depois das 7, pensei que seriam ai umas 5 da matina... Estava tao escuro... E eu que nao gosto nada de dias tao nublados! Mas ate se passou bem, sem chuva e com uma ida ao ginasio!