quinta-feira, dezembro 10, 2009

O desfecho da peixeirada na Comissão Parlamentar

É só ir ao site www.qualamelhorpeixeiradanoparlamentoportugues.pt e escolher o final que deseja:

Final à New Yorker: Depois desta cena triste, a MJ entra na sua limusine e ruma a casa, junto ao Central Park. Danada, chama os serviços de imigração para prenderem os criados ilegais todos que tem lá em casa; O Richard, coitadito, mete-se no metro e volta para o Bronx. Na viagem, dá conta que está com fome, pára numa deli e esquece-se do sucedido; A Ana George pega no telemóvel, liga ao psicólogo e marca uma sessão de terapia de emergência. 1000 dólares à hora; O Couto volta para casa, no Harlem, onde continua a viver uma relação abusiva. A mulher e os três filhos batem-lhe e tudo o que é consegue dizer é oh! oh! oh!

Final à durama japonês: Depois desta cena digna dos gaijin ou da própria yakuza japonesa, a Maria-san pede perdão por ter excedido o decoro social e volta para casa, para fazer a marmita para o marido e para os cinco filhos. Nunca mais de lá sai; O Rikarudo-san suicida-se, tal é a vergonha que não consegue encarar; A Ana-chan elouquece, por ter vivido tal tumulto de emoções verdadeiramente desconhecidas até então. É naturalmente rejeitada pela família; O Couto-san também dá em doido, mas continua a trabalhar dezoito horas por dia e a apalpar meninas nos comboios à hora de ponta. E também consegue sacar umas quantas fotos por debaixo das saias das mesmas...

Final à novela venezuelana: Depois desta cena do dia a dia, a Marita Josefina volta para casa e descobre que é irmã do Ricardo Joselito, que a Ana Jorge é mãe dos dois e que anda embrulhada com o Couto, o jardineiro. Até a senhora da surpresa - que está por detrás da Marita Josefina - aparece em grande destaque no final, e descobrimos que ela é, afinal, a verdadeira mãe da Marita e do Ricardo, tia da Ana Jorge e ex-irmão do Couto, o jardineiro...

Final à Morangos com Açúcar: Depois de mais uma tentativa de rebeldia contra a directora da escola, mulher mal amada e de ideias ultrapassadas, a Maria de José volta para casa e leva um verdadeiro raspanete do pai, também ele mal amado e de ideias ultrapassadas e, tenho cá para mim, homossexual reprimido e por isso é que casou com uma gaga; O Ricardo volta para o gamanço. Deixa a escola e volta lá para a terrinha de onde veio, que vê que as artes, afinal, não são para ele. Mas continua a sonhar com a Papoila gordalhufa; A Aninha Jorginha comes out e assume-se como lésbica e assenta arraiais junto das casas de banho das meninas. Diz ela que é para as ajudar quando tiverem dificuldades nos estudos. Sim, que a Aninha é uma lésbica entendida nos assuntos ensinados; O Couto, apelidado de Coitadinho, continua a ser o alvo favorito do gozo dos colegas. Não por ser abichanado, mas por não saber dizer nada a não ser urrar; A tal senhora da surpresa é contínua lá na escola e sempre que vê o segurança da noite, fica com um sorrisinho na cara, porque já sabe o que a espera. Mal sabe a directora o que se passa por ali...
Ah, e todos andam de boina vermelha em forma de protesto e pensam que podem fazer o que quiserem e que não há hierarquia na escola!

7 comentários:

Sofia Feliz disse...

Já pensaste procurar um emprego como argumentista? Safavas-te bem!!

:)

pinguim disse...

Está fabuloso....

armilar disse...

O Couto como salaryman! LOL

Em Taiwan andava tudo à pêra e à cadeirada! ;-)

ArtByJoão disse...

Hummm... Tu um fã do Star Trek e não conseguiste encaixar a historieta por estranhos mundos novos...

Hummm... Deves estar a precisar de vitaminas!

Da Costa De Carvalho dixit

Individual(mente) disse...

Essa versão dos Strawberries with Sugar até era capaz de ver... Acho que voto nessa...

V. disse...

JASUS... o que eu ri com isto!!!!!
E a possibilidade de finais é imensa.... um final à Perdoa-me também lhe dava bem! lol.

Anónimo disse...

LINDO...LINDO...LINDO!!! O que eu ri com isto! :)
Beijoca grande!
Inês