domingo, março 30, 2008

Afinal ela e capaz

Dizia-me a Ana que nao actualizava o blog porque a filha nao tinha tempo tra la la tra la la... Mas com um bocadinho de energia do Japao ela la mexeu na coisa e esta muito sopimpa! Vao la ver!

Estou velho


Ainda nao cheguei aos 30 e ja estou velho, acabado!
Entao nao e que este fim de semana, quando podia dormir ate mais nao, acordo sempre antes das 8?! E o pior e que nem me da para ficar na cama! Acham normal!?

Da Capela Sistina as cerejeiras em flor

A minha Xanoxa e a minha Makaki mandaram-me um postal optimo das suas ferias em Roma. E eu cheio de inveja. Ok, ok... Nao me posso queixar em relacao as viagens, mas cada vez mais penso que a Europa e unica e como ela nao ha nenhuma. E ha tres cidades que quero mesmo conhecer: Paris, Barcelona e, claro, Roma...


Grazie - ou la como se escreve - as meninas que sao umas kikas!

E ontem, ao final do dia, foi altura de nos reunirmos para um hanami, ou seja, para apreciarmos as cerejeiras em flor. Um espectaculo a nao perder, com toda a certeza. E os japoneses aproveitam para beber muita cerveja, comer muita chicha e tirar muita fotografia. Ate porque, pelo que tenho visto, e um dos dois unicos momentos no ano em que usufruem de facto da natureza. O outro e quando vao ver as cores outonais no campo.

Ca estou em, numa pose de deus grego, com uma sakura na minha orelhita!


E o pessoal que se juntou para este momento.



Com a responsavel pela organizacao, como sempre e todos os anos, a Kataoka-sensei!





Gostaram da minha t-shirt tao japonesa?

No final da coisa ja estava todo enregelado de estar sentado no chao (quem me dera ter uma costela da Raquelita!), alem de cheirar imenso a barbeque... Mas foi um momento divertido, com sakura mesmo por cima da minha cabeca:


Intervalo para almoco

No outro dia despachei-me cedo da escola e fui almocar com a Shauna e o Tomek.

Ha certas coisas que jamais entenderei no Japao... Uma delas e a forma como os bancos trabalham. A nocao de "multibanco" e inexistente... Vai dai, cada banco tem a sua propria maquina para levantar dinheiro! Uma tristeza!


E triste e tambem a cara deste rapaz... Mas tambem nao e capaz de melhor!


Eu e os oculos dele.


E a Shauna tambem!


Por esta altura, tinha uns auto-retratos de alunos da 2a classe que, dessa forma, me agradeceram um ano inteiro de ensino de ingles! E eu que os adoro!!!


sábado, março 29, 2008

Good bye, Maria Ivone

O final de Marco e o inicio de Abril marca um periodo de mudanca no Japao. E por esta altura que termina o ano lectivo, que se inicia um novo, que mudam os horarios dos transportes, que termina o ano fiscal, que se muda de emprego ou se inicia uma nova carreira.
Por isto, esta na altura das mudancas de professores. Todos os anos, no dia 26 de Marco (pelo menos aqui em Oita!), ao final do dia, o director da escola recebe as noticias de quem vai e de quem fica. Fosse isto em Portugal - receber uma notica destas a menos de 1 semana da dita mudanca - e haveria manifestacoes por tudo quanto e lado. Alias, ainda hoje nao compreendo como e que ninguem se importa com uma situacao destas!
O sistema ate nem e muito complicado... Os professores ficam 6 anos numa escola, ao todo 12 anos numa zona da cidade, ao fim dos quais mudam para a outra zona. Podem sempre pedir para mudar de escola a qualquer altura, mas tem que apresentar uma justificacao muito forte.
Tambem ha os professores que fazem trabalho temporario, que so recebem enquanto estao a trabalhar.
Nao ha aquela palhacada que e o concurso nacional em Portugal. Os professores sao geridos a nivel local o que e muito mais facil. E os que trabalham temporariamente sao entrevistados na Camara Municipal e depois logo se ve o que se faz deles.
Resumindo e concluindo, o Japao e Portugal tem sistemas muito diferentes. A mim agrada-me, como ja disse, a ideia de regenerar continuamente o pessoal de uma escola. Desde a cozinheira ao director. Mas nao consigo compreender como e que se sabe da nova escola 5 dias antes... Enfim...

Por causa disto tudo, ha sempre muitas festas de despedida e, como por esta altura ja nao ha almoco na escola que os alunos ja nao tem aulas, o pessoal vai almocar todo junto. As vezes, quero dizer.

Quem estava cheia de trabalho, e nao podia sequer respirar, era a minha Megumi, a menina da papelada la de Kaku. Com um ingles optimo, serviu muitas vezes de tradutora e falavamos imenso. Ja lhe disse que vou ter imensas saudades dela e ja disse la na escola que nao podem admitir ninguem que nao fale ingles! Sem a Megumi nao teria resolvido muitas situacoes em japones, vos garanto!
Ela, porem, esta toda feliz da vida por se ir embora... Ja nao aguentava as toneladas de papelada diarias!


Tres das professoras que se vao embora la de Kaku. As duas mais a esquerda (Utsunomiya - com uns kanji dificilimos de escrever - e a Shimonokawa) eram as minhas companheiras de conversa logo depois do almoco. Alias, muitas vezes tinha que ir a passo rapido apanhar o comboio a pala de tanta converseta! Riamo-nos tanto! Eu bem que lhes disse que nao se podiam ir embora, mas ha forcas mais fortes que a minha vontade...


Tiramos a primeira foto a fazer macacadas porque, assim que elas viram a maquina, e quais canitos pavlovianos, espetaram logo os dedos em V. E eu disse-lhes que nao podia ser assim. Vai dai, uma deles sugeriu que tirassemos o retrato em estilo portugues. E eu sai-me com uma careta!

Mas depois la nos metemos numa pose mais seria...


Poucos professores vao sair de Kaku. Mas em Ueno, de entre 40, vao sair 16 pessoas! O que e um numero anormalmente elevado.

A Kubota-sensei foi a minha supervisora la do sitio. Devo confessar que nao nos entendiamos la muito bem no inicio. Era um problema de comunicacao, quer fosse por causa da lingua, quer fosse por termos ideias completamente diferentes sobre as aulas (as minhas sempre correctas e as dela nao, obviamente!). Mas ha ja algum tempo que estavamos a fazer coisas muito mais interessantes nas aulas, para alem do repeat after me e afins, pelo que nos estavamos a dar as mil maravilhas. E ela estava sempre bem disposta, o que e sempre bom!
Chorou que se fartou neste dia!


A minha queridissima Watanabe-sensei, professora de japones, que sempre se sentou pertinho de mim. Sempre muito simpatica e bem falante e muito jeitosa a fazer qualquer tipo de origami. Ofereceu-me um enormissimo triceratops de papel! Cheguei a dar aulas com ela aos meninos com deficiencias.


E ensinavamos os dois com a Ninomiya-sensei. Estava lindissima na sua simplicidade e quando lhe dei um postalito com umas humildes palavras minhas, ficou com os olhos cheios de lagrimas. Por causa disso, ganhei um abraco!


A Saito-sensei, a professora de musica. Ainda hoje estou convencido que e por causa dela que os meus meninos de Ueno cantam tao bem! E estou farto de lho dizer. E, nao sei porque, faz-me lembrar a minha mae. O que, como e obvio, e sempre bom!


Na verdade, desta foto ninguem se vai embora para ja. Mas sao o pessoal dos papeis la do sitio! A senhora em azul e uma querida querida querida!


O Mitzuro. Lembro-me de quando comecou a trabalhar la, mal levantava a cara do chao e falava ao pessoal. No final da sua estadia ja nao era o mesmo. Felizmente.


Eu e o Fuchino- kojosensei, ou seja o director da escola. Que se vai reformar.
Ele e conhecido por ser muito rigoroso e ter as redeas sempre bem puxadas. Mas sempre nos rimos imenso e falavamos imenso (com devida salvaguarda de mal sabermos falar a lingua um do outro). Vou ter saudades dele, nao so porque trabalhei 2 anos com ele, mas tambem porque ele cheirava sempre bem!


Como e obvio, e porque estou no Japao, houve 3 cerimonias so numa manha! Esta gente e assim!
Cheguei 5 minutos atrasado a primeira delas. Sabem como e levantar o cu da cama de manha! Ainda assim, cheguei a tempo de ver os professores a despedirem-se uns dos outros na sala do pessoal. E ainda me pediram para dizer umas palavritas como convidado especial! Por dois segundos nem soube o que dizer!

A segunda cerimonia, pouco depois, foi com todos os alunos e discursos de todos os professores que estavam de partida...

E a terceira foi dividida pelos diferentes anos... Eu fiquei com o 9o ano, que regressou a escola de proposito para dizer adeus...


E esta bacana e tao fixe que distribuiu uma serie de abracos aos alunos... Claro que eu tambem quis um!


A Matsunaga-sensei. Trocamos pouquissimas palavras durante o ano, mas sempre notei que estava sempre bem. O que e rarissimo no panorama da fashion sem cor e sem formas das escolas japonesas!


Ja ao final da manha, passou por la a Shoko com a sua bebe mais linda. E desta vez nem chorou quando lhe peguei ao colo... Com certeza porque estava a dormir!



Ela disse que esta ultima foto era a bebe, a mae e o pai! O que nos rimos!

Por fim, quero falar das emocoes. Ha-as aos rodos nestes dias.
Ha o mito de que os japoneses nao tem emocoes bla, bla, bla. Se e verdade que nao andam aos beijinhos e abracos como nos e se e tambem verdade que aguentam seja o que for sempre com um sorriso nos labios, ha momentos em que as lagrimas saem ca para fora. E esta epoca e propicia a isso! Alias, por toda a gente andar com as emocoes a flor da pele, ganhei uma serie de abracos que, como toda a gente sabe, adoro!

Vou ter saudades de muitas destas pessoas. E verdade que as nossas relacoes nao vao para la da escola, mas e bom sentirmo-nos confortaveis nos sitios em que trabalhamos. E esses sao sempre feitos de pessoas!

Mais coisas japonesas

A minha Ana Maravilha mandou-me este video maravilha...

video

Nao sei o que e pior: se as venias seguidas de palpacoes mamarias ou o que elas trazem vestido... Mas O adoro!

sexta-feira, março 28, 2008

I love to hate you

Sabem quando nao suportam alguem so porque sim? Eu sei que sim. E eu tambem tenho os meus alvos. Deixo aqui as fotos de algumas pessoas que nao suporto. Nao as conheco pessoalmente, mas ate vivo mais feliz assim.
Eu ate sou um gajo que se da bem com todos e, ao contrario da minha mae, gosto de toda gente desde que nos cruzamos. Ou pelos dou-lhes o beneficio da duvida. Mas, la esta, ha umas personagens que me desarranjam as entranhas!

Lou Dobbs

Joao Braga

Noticia


Acabei de ouvir a desculpa que o governo nepales apresenta para dissuadir as manisfestacoes contra a ocupacao chinesa do Tibete: como reconhece a anexacao do Tibete pela China, nao pode admitir manifestacoes exigindo automonia ou independencia. Raciocinio idiota, digo eu. E toca de desancar em monges e demais pessoal que se atreva a manisfetar-se!

Entretanto, o primeiro ministro polaco ja veio dizer que vai boicotar a cerimonia de abertura dos Jogos Olimpicos em Beijing. E o Sarkozy ja andou a dizer umas coisas. Quero ver no que isto vai dar.

Uma coisa e certa, caracas, o Tibete tem direito a toda a automonia que entender e ate a independencia!

O que me ri

Acabei de ver mais um excelente episodio do Boston Legal. A dupla Alan Shore/Danny Crane e excepcional. Ambas as personagens sao completamente geniais e o William Shatner esta melhor que nunca.


Hoje um pedinte atirou-lhe com uma pedra a cabeca. Ele parou, puxou de uma arma e deu-lhe um tiro no meio da testa. Com uma paint ball. Vai dai, o Alan diz-lhe, mais tarde, I might be wrong, but you'd better settle this. Ao que ele responde de forma seria, como sempre: You are right! You are wrong!

Adorei, adorei, adorei

(Desculpem la se me repito, mas e que o raio da serie e mesmo boa!)

Presernativos Melga, Melga!?

Anuncios maravilha

A minha querida Faneca, que ja voltou da sua toca onde parece ter estado a hibernar, mandou-me um email dos bons. Ca ficam partes do dito cujo...


Ainda bem que avisam que nao e a prova de bala... E o que vale e que o preto vai com tudo. Embora o roxo seja agora o novo preto!


Incrivel, Melga! O que a malta quer e mesmo coleccoes de livros sobre electricidade autografados! UAU!


Tambem faz rendas de bilros, monta marquises e instala aquecedores e exaustores. Tudo enquanto canta, claro!


Palavras para que!?


Espera la... Ordenado minimo e carro!? Nao valia mais a pena, mais ordenado e menos carro!? Nao sei, estou confuso. Se calhar nao sou positivo...


Ha-de ser uma festa de arromba, esta!


Tambem vendem marijuana, bonecas de vodoo, raparigas de leste e pregos. Tudo por 19.99 Euros, como e obvio. E o site funciona mesmo!


Mas os gajos sao supostos travestirem-se ou assim?


Querem ver que a minha avo anda a meter anuncios no jornal e nao me diz nada!?

Mais coisas do papa

O meu pai mandou-me mais duas coisas das boas. Va la, esta a melhorar!

Coisa primeira: como dar o no da gravata. E bom para pessoas que, como eu, sao nabas a dar nos nas gravatas. Deve ser por isso que tenho uma aversao as dias cujas. Quero dizer, gosto muito de as ver nas lojas, todas arrumadinhas, com muitas cores e padroes bonitinhos, mas a volta do meu pescoco e o menos possivel.
E, la creme de la creme, e que o comentario do meu pai foi qualquer do genero: aprende com ela e diz se consegues fazer igual. Ele so pode estar a brincar, digo eu!

video

Coisa segunda: ca esta um exemplo optimo do que se ve na televisao japonesa... Mete a TVI a um canto!

video

Engracado dizer que eu, quando como uma banana descasco-a toda e como-a. O comum dos japoneses, que tambem nao poe a dita cuja entre as nalgas, descasca-a retirando a casca em 4 direccoes diferentes e vai descascando-a mais e mais conforme a vai comendo. Pelo menos e isso que me diz o meu estudo estatistico!

E, ja agora, alguem percebeu como se diz "banana" em japones?

Ainda acerca da historia do telemovel, da aluna e da professora

Tenho seguido a historia do "da-me o telemovel, ja!". Nao sou professor de carreira, mas e o que faco (e fiz noutro periodo da minha vida) e adoro faze-lo. Partilhar o que sei da-me alegria e interagir com os miudos e do melhor que ha. No Japao, ou melhor, nas escolas onde vou, nao ha problemas graves. Mas numa das primeiras escolas a que fui havia muitos alunos "com problemas". Sempre deixei o professor da aula tomar conta das ocorrencias, ate porque, de acordo com as regras do programa que me trouxe ao Japao, e da sua competencia. Mas, e como ja ca estou ha algum tempo, vou intervindo mais e mais a nivel da disciplina na aula.
Como professor, sei muito bem como "atacar" os problemas. Uma advertencia, no inicio, outra, talvez, e um acto mais punitivo depois disso.
Li muita coisa sobre a actuacao da professora. Uns que conrcordam, outros que se sentiram de certa forma violentados por a senhora ter encetado uma luta com a aluna. Pois eu faria o mesmo! Tenho a certeza de que a professora a tera advertido antes do que se viu no video e, a falta obvia de respeito devido a um professor, a professora teve que actuar. Torno a dizer, eu faria o mesmo. E se calhar tambem teria perdido a luta, que eu sou um franganote.
Mas o que interessa aqui nao e estar a tentar perceber o que levou a aluna a comportar-se daquela forma ou a tentar arranjar argumentos politicos e coorporativos para uma luta na lama. O que interessa e que os alunos foram castigados e muito bem.
Isto tudo porque li a noticia de que a mae da menina concordou plenamente com a sancao imposta a sua filha (toca a bazar da Carolina Michaelis), o que mostra que nem todos os paizinhos sao negligentes na educacao dos filhos. Ou seja, para aqueles que dizem que os pais nao querem saber, ca esta a prova do contrario.

No Japao, os telemoveis nao sao permitidos na escola. Muitas escolas, alias, so permitem que os alunos levem 10 ienes todos os dias consigo para fazerem uma chamada de emergencia se for preciso. Ou ate um professor a fara, se for necessario.
Nao sei se tal proibicao e boa ou nao - as escolas aqui parecem-se com a tropa - mas a verdade e que dentro de uma sala de aula nao ha lugar a telemoveis nem nada do genero. Esta-se la dentro para se aprender, quer se queira quer nao!

Fosse eu a fazer uma coisa destas, levaria um raspanete dos meus pais que nem mexeria os olhos com tanta vergonha.

Trabalhei numa escola secundaria antes de vir para o Japao, e assisti muitas vezes a desresponsabilizacao dos alunos. Em diversas ocasioes. Ok, eles tem direitos, como toda a gente, mas nao se pode fazer tudo aos meninos e eles nao darem nada em troca.
Nao e por nada, mas posso mesmo dizer que "no meu tempo nao era assim"! E nao sou assim tao velho!

Pelo que sei tambem, a professora vai processar judicialmente toda a turma. Pelo que vi no video, houve alunos que tentaram interceder para que a situacao nao piorasse. Nao sei se sera justo levar a tribunal toda a gente. Mas a verdade e que a dignidade da professora, como pessoa, e nao o seu lugar como professora, foi profundamente abalada. Esta no seu direito usar das ferramentas ao seu alcance para, que de algum modo, possa reparar-se e estar de novo, confidente, numa sala de aula.

E verdade que todas as situacoes sao diferentes, e a proximidade entre a escola, a comunidade e os alunos e de extrema importancia.
Repugna-me, nao so a falta de respeito a professora enquanto tal, mas sim a falta de respeito a professora enquanto pessoa. As regras existem e sao para se cumprir. Ate em Portugal!

quinta-feira, março 27, 2008

P'ro relax!

O meu pai, no meio de 3000 coisas que me manda todos os dias, de vez em quando sai-se com umas coisas bem pipis! E eu gostei destas fotos de album de casamento. Alias, depois da seriedade de alguns paragrafos escritos recentemente, e bom relaxar...

Esta nem precisa de comentarios... Ve-se bem que ja esta a tentar esquecer o erro que fez...

Este deve ter uma disfuncao motora qualquer... Ele queria era ter usado a mao esquerda!

Ui!

O que eu gosto nesta e a seriedade dos tipos! Como e que e possivel com a cara cheia de cobertura de bolo!?

Esta so pode ser uma evangelista do Kansas ou assim... Isso explicaria muita coisa!

Esta entao e deliciosa! O noivo parece um menino de rua agarrado a cola ou a gasolina... E nem se apercebe do quanto poderia usufruir se olhasse para o lado!

E, ja agora, ha que dizer que papai tambem mandou uma catrefada de receitas ao menino. A pala disso, hoje a noite vai haver arroz misto. Tem muito bom aspecto!

Hiroshima - respostas

Estou contente. Logo no primeiro dia em que "postei", recebi uma serie de comentarios. Sabe sempre tao bem! Arigato!

Ca ficam umas respostas merecidas:

- Hydra, my friend, o comboio muito a frente e (viste? Tambem sei falar a Yoda!). E bem verdade que, desde que estou no Japao, tenho descoberto o mundo. Nao que nao o conhecesse ja um pouco, mas tem sido sempre a abrir ultimamente. Mas, como bem sabes, paga-se sempre um preco. E vero que tenho ido a lugares onde pensei nunca chegar (ou pelo menos pensava que ia levar imenso tempo!), conhecido gente do mundo inteiro, crescido como nunca, mas estar longe e sempre dificil.
Acho que nunca tinha dito isto de forma tao clara. Porque, se calhar, nao o sinto todos os dias, da mesma forma. Ou entao e do sol que apanhei a caminho da escola.
- Minha querida M&M, aka Amante, de facto somos almas gemeas: ate partilhamos o mesmo design! Digo-te, desde ja, que nao e para qualquer um! Sabes que eu estou sempre a mudar os frontespicios!
Es uma simpatica, tu! Obrigado pelas tuas palavras. Mas tenho que te dizer que impossivel e nao ler o TEU blog! Sempre com multiplas aventuras la da estrebaria e, claro, na tua cabecita tambem!
- Ana Boiao, amor da minha vida, coisa mai' fofa, eu bem que ja tinha estranhado a tua ausencia. E muito me apraz o teu regresso, como deves calcular. Nao nos vemos ha anos, era eu ainda magro e tudo, mas recordo sempre a tua loucura espontanea que sempre me cativou! Por isso, o minimo que posso fazer, e levar-te, de alguma maneira, comigo nos meus passeios! Fico feliz!
- Ines, amiga de infancia, como ja te disse fico muito contente que vas deixando o teu testemunho por aqui. Sim, o estamine tem um novo look. E sempre bom ir renovando as coisas, que nao quero acabar cheio de mofo e bolas de naftalina. Devem fazer um mal enorme a pele!
Tu nem precisas das minhas viagens para nada! Sim, que nao sou eu que vou a Andorra e venho de la cheio de cremes e perfumes! AH AH! Mas e sempre um prazer poder partilhar as minhas pequenas aventuras com os amigos! Yokoso!
- Da Costa de Carvalho, antes de mais, bem-vindo de volta aos comentarios! Ja tinha saudades!
Compreendo perfeitamente o que dizes. Fala-se dos escravos, mas nao se explica o porque da sua existencia e tudo mais. Mas num pais que molda a historia como lhe convem, ter referencias a estas pessoas e melhor do que nada! No entanto, compreendo perfeitamente as tuas reticencias!
De resto, ve la se mandas umas dessas fotos by night que eu bem gostaria de ver. Devem ser espectaculares, ainda por cima se vindas de um fotografo primo como tu! Vou ficar a espera!
- Paracletus, eu e que agradeco teres mandado o link que so veio enriquecer o meu estamine! Alias, por causa dele dei com essa perola de tempos idos, Maria Magdalena da Sandra!
Ja deves ter notado que ja passei la pelo teu blog, o que me deu um grande prazer! So espero que possamos continuar a usufruir da companhia (ainda que virtual) um do outro!
- Amigo Antonio, antes de mais, se bem-vindo de volta a terras niponicas! Ja vi que a tua aventura para la do Equador valeu bem a pena!
La esta, o okonomiyaki ao estilo de Hiroshima foi bom, mas nao foi bem aquilo que esperava... Enfim, ha outras coisas bem boas por estas bandas! Embora o sushi nao seja propriamente uma delas! Ok, ok... Eu sou muito esquisito!

quarta-feira, março 26, 2008

Ainda Hiroshima

Fico sempre muito contente quando recebo comentarios de pessoas que vao lendo estas minhas aventuras no pais das maravilhas. Alias, se me estao a ler, facam favor de deixar algumas palavritas ao menino... Sabe sempre tao bem!

O Paracletus foi um simpatico e mandou-me um link alusivo a cidade que visitei. Confesso que nao conhecia a musica, mas ca esta ela para todos poderem ver e ouvir...

Hiroshima, minha geisha.

Estava chegado o nosso ultimo dia. Ja tinhamos visto tudo o que queriamos, mas ainda fomos a um outro sitio, um templo com umas cataratas todas catitas... Ou pelo menos era isso que a Lauren tinha lido...

Mas ca esta uma foto da entrada do dito templo. Um templo que, curiosamente, sobreviveu a bomba, embora esteja relativamente perto do hipocentro...





Na verdade, eram pequenas cataratas. Mas o templo era numa zona muito agradavel e sossegada e o som da agua a correr fazia-nos sentir bem e apreciar a coisa ainda mais.
Hiroshima parecia-se, muitas vezes, com Stockholm ou Amsterdam... Os electricos, as arvores...
Ficamos um pouco por ali, ate porque o autocarro de volta era so dali a uma hora, bebemos um suminho e um cha no cafezito do templo e depois la fomos...

Foi aqui que, pela primeira vez, pude ver aquilo a que, na cristandade, chamamos de beatas. Duas senhoras foram no mesmo autocarro que nos e assim que chegaram ao templo comecaram a tratar das flores oferecidas a Buda, a limpar as coisinhas. Uma vista interessante!

Fomos almocar e regressamos ao hotel para irmos buscar as nossas coisas. Ficamos ali a engonhar um bocado, ate porque ja nao havia mais nada para ver. Lemos o jornal e depois la fomos... Quero dizer, enquanto eu lia o jornal, a Lauren descansava os olhos...


Fomos para a estacao e decidimos que seria melhor jantarmos cedo... E demos com um restaurante com o nome que podem ler!


Mas nao se entusiasmem que nao era um restaurante portugues...

Fomos buscar as nossas pouchettes e demos com uma demonstracao cultural local mesmo ali...


Antes que dessemos por isso, estavamos a dancar tambem!





Soube muito bem, apesar so sovaquinho ja humedecido...

Subimos ate aos cais de embarque... Faltava pouco menos de uma hora para o nosso comboio... Mas eu estava todo contente... Vi uma serie de shinkansen... Novos, antigos, super rapidos, menos rapidos, compridoes, pequeninos...

Este que aqui vem, o nozomi, o mais rapido, e tambem o mais longo, com 16 carruagens!!!









Como disse no inicio, e ja chegados a Kokura para nos metermos no outro comboio com destino a Oita, este novo comboio e lindissimo!


E assim foi. Uma viagem em optima companhia, a um sitio agradabilissimo, cheio de coisas interessantes e de gente simpatica!

(Algumas das fotos sao da Lauren!)