sexta-feira, outubro 31, 2008

Logo de manhã

Acordei demasiado cedo, como tem sido costume. Deve ser da idade.
Liguei a televisão para ver as notícias e até me vieram as lágrimas aos olhos com esta história no Congo...
As pessoas, na aflição, no estarem cheias de fome, correram para o centro de refugiados... Mesmo tendo que pisar outras pessoas, crianças incluídas.
Não têm culpa, claro está, porque tudo o que querem é sobreviver. Quem tem culpa não tem fome, com toda a certeza. Nem cérebro. Porque se o tivesse, não poria em risco outros seres humanos!

Angelo Vacondeus

Na passada terça feira a aula de inglês do 5º ano foi deveras interessante! Estivemos a fazer pipocas. Em inglês. O que muda tudo, como toda a gente bem sabe!









Não sei se repararam no meu avental... Mas é o único que tenho e ter um era obrigatório! Enfim... Coisas à Angelo!
A verdade é que as pipocas estavam bem boas e comi que me fartei. Doces. Sim, com um nadinha de açúcar! Nem queiram saber o espanto desta gente toda quando lhes disse que as minhas pipocas não tinham sal, mas sim açúcar! UI!

E, agora me lembro, hoje até é o Halloween e tudo, por isso esta foto vem mesmo a calhar!
Uma das cozinheiras - a senhora que me manda beijinhos sempre que me vê... coisa nunca vista nesta terra! - vestida a rigor. É que assim que viu que eu ia usar estas coisas todas na aula do primeiro ano, quiz logo experimentar! Ela é demais!

O que eu esperei!

Quando saíram em Portugal, queria uns. Nunca aconteceu e não o lamento. Mas passados uns 15 anos, lá comprei uns! Oh yeah!


Não são tão kikos?

quarta-feira, outubro 29, 2008

Últimas

É só para dizer que por aqui, nada de novo... Tudo na mesma...

Tenho umas fotos para meter aqui, mas agora não me apetece...

E - isto vai parecer muito estúpido - abri o Google Earth ontem e as saudades apertaram ainda mais!

segunda-feira, outubro 27, 2008

Japan... In English!

I'm telling you! This country is special... To say the least!

- I don't wanna get married, so I'll just start a fire...

- I have too much money, so I'd better do something with it...

Fotos soltas

Não é que tenho um sobrinho novo!? Made in Japan! Chama-se Rinji, é filho do Ippei!


Ainda não o conheço pessoalmente... Mas já dá para ver que é lindo como o tio Angelino Jolie!

E ainda na onda das fotos, mas desta feita para algo perfeitamente assustador... As meninas jamaicanas tiraram o fim de semana para se pentearem...


Ainda este país...


Parece que a bolsa de Tokyo fechou a sessão de hoje com o valor mais baixo desde 1982... E o yen anda nos píncaros (óptima altura para mandar dinheiro para casa... Had I know this before...). Vamos lá ver no que e que isto vai dar!

Angelo VIP, outra vez!

Este domingo houve um programa de rádio especial. Ao vivo e com plateia e tudo. E lá fomos uns quantos... Eu fui sózinho, que o Tomek já lá estava por conta de um karaoke que ia cantar mais tarde. Mas primeiro que desse com o lugar... Mesmo assim, o JT conseguiu chegar depois de mim.

Cada um tinha uma coisa ao pescoço com o país de origem e o seu nome.



E estes dois meninos indonésios, Leo e Marcia, também lá foram.



Eu fui o primeiro a subir ao palco...


E depois lá estavamos todos... Só lamento estar a bater palmas à la McCain, mas com o papelote à minha frente, a coisa estava complicada...




A coisa terminou, correra bem. No fundo, respondemos a questões que os ouvintes tinham colocado, desde o que era negativo para nós no Japão, até aos sons que diferentes animais fazem em diferentes países, etc...
E eu disse que queria comer um bife com batatas fritas, arroz e molho quando o apresentador nos perguntou o que queríamos para o jantar...

Mas depois chegou o momento do Tomek cantar com o apresentador. Uma mini competição de karaoke com a equipe de outro programa... Ele estava tão nervoso!!!

video

Eles não ganharam, mas isso também não interessa nada! Foi tudo óptimo, apesar da chuvinha que teimava em aparecer de quando em vez... Depois fomos almoçar e cada um foi à sua vidinha japonesa!

Este país...


Entro na escola e passo pelo ginásio. Olho lá para dentro e vejo umas cadeiras todas perfiladas e belas. Mas não estavam viradas para o palco... Achei estranho, mas depressa me lembrei que a viagem anual do oitavo ano - sempre a Kyoto! - está a chegar e que as cadeiras estão no ginásio para que as turmas pratiquem a entrada no comboio e a passagem de um comboio para o outro!
Acreditem que não estou a brincar e que alguma aula há-de ser cancelada para treinarem esta coisa idiota! Ok, ok... São muitos miúdos e tal, mas não bastariam instruções!? Como diria a Mari, japonesa a viver nas Ilhas Caimão - sítio fino, óptimo para se terem contas bancárias! - no Japão não há senso comum. E viva o senso comum da Mari!

domingo, outubro 26, 2008

Festa no parque

Não me vou aqui debruçar sobre o caso Casa Pia nem nada, que este blog não fala sobre coisas em segredo de justiça (não é a desculpa do costume!?), nem sobre assuntos que levam mais do que não sei quanto tempo a ser resolvidas!
Este post é sobre o barbeque que houve na sexta. E digo barbeque porque churrasco não é tão fino e eu sou chique, como toda a gente bem sabe.
Foi aqui num parque, bem perto de casa. O que é engraçado é que é ilegal atear fogos em jardins públicos no Japão... Mas isso, claramente, não foi impedimento nenhum...














A Yuko, a mulher do Lee, também apareceu. E com ela veio o bebé que até já tem nome e tudo: Arthur Masanori Clow! Excelente, devo dizer! Vai nascer em Fevereiro e vamos ser todos tios!


E também houve momentos íntimos, como de costume!




E também houve momentos dignos do Karaté Kid vai a Oita!











E depois a belíssima Emily lá apareceu com o Tomek. Esteve com o cú sentado na cadeira do cabeleireiro umas 5 horas para esticar o cabelo...



Mas estava absolutamente radiante! E o Tomek também levou um belo corte!


E com tanto make over, o Takeshi, um sacerdote local, não se podia ficar...




E eu obviamente também não! Sempre quis ser loiro!


E quem precisa de make over é o Javi... Que anda a usar boxers assim... E ainda por cima logo abaixo do pescoço!


E assim foi. Um belo serão. Mas eu voltei para casa cedo, que estou velho e não me apetecia estar ali até às tantas!
Mas vim para casa e, aí pelas 11.20, toca a campaínha. Pensei que fosse o Javi que não entende que há horas para se visitar as pessoas... Mas qual o meu espanto quando abro a porta e vejo o Tomek com uma carinha assim coisinha e a dizer podes ajudar-me?
Que foi?, disse eu.
Olha, caí... Rasguei as calças e tudo. Tens alguma coisa para desinfectar isto?
E lá cuidei dele.
Mas giro giro foi vê-lo a saír de minha casa com as calças na mão, não sem antes olhar lá para fora a ver se lá estava alguém. E lá foi, pé ante pé, de calças na mão!
O que me ri!