sexta-feira, junho 19, 2009

Santa paciencia

A mim nao me importa o que as pessoas dizem. Mas fico azul com as vezes em que oico as mesmas coisas, as mesmas piadas, as mesmas coisas sem interesse todos os dias. Ou quase todos os dias.
Ainda ontem um prof me falava - mais uma vez - do meu peso e tal. No dia anterior ja tinha ouvido do mesmo. E na semana anterior e no ano anterior e tudo mais.
Eu calei-o logo com uma coisa do estilo os japoneses estao sempre obcecados com isso. E ha tantos outros problemas mais graves do que a minha barriga.
E que, sinceramente, ja nao tenho paciencia. Eu fazer piadas sobre mim mesmo e uma coisa. Os outros a falarem da minha barriga a toda a hora ja me cansa.
E, mais, eu nao faco piadas sobre eles. Sobre os dentes de alguns, por exemplo, ou sobre as maminhas de outras. Porque nao.
Sera que nao tem mais nada em que pensar?
Esta semana, e porque o calor ja esta ai, tenho vindo de calcoes para a escola. Mas calcoes como deve de ser, nada de coisas foleiras da feira de Carcavelos.
E - ja tardava - sairem-se com um estas de ferias? Ao que eu respondi nao. Estou no trabalho. Nao estou no exercito nem nada do genero.
Eh pa, e que isto aqui e tudo de aparencias e tudo mais. E eu nao suporto o calor.
Eles devem pensar coisas horriveis sobre a minha pessoa, que nunca usa gravata, que ri imenso, que nao faz nada quando nao ha nada para fazer, etc etc. Mas nao me podia interessar menos, deixei-me que vos diga! Ate porque, e digo-o com toda a frontalidade, sou muito melhor professor do que uns 80% das pessoas com quem trabalho! E isso e que importa!
Raio de gente.
O que me vale hoje e que estou a trabalhar com uma prof fantastica, que nao quer saber de coisas sem importancia, ensina bem, e descontraida e flexivel e super divertida, mesmo com os miudos.
Imaginem se hoje me calhasse alguem vestido de preto, com gravata, sem piada nenhuma e sem falar ingles (e ha-os a rodos)!? Acho que tirava o dia e refugiava-me em casa!

7 comentários:

Celeste disse...

CLAP, CLAP, CLAP!

São uns chatos, deixa que te diga.

Uma vez uma mãe disse-me assim:
"Ai e tal, porque LÁ na África do Sul a sra. não podia ir assim trabalhar"

(Caloraço do carago, vestido estilo romano pelo joelho mas com alças e decote longo. discreto em mim, que quase não tenho mamas!)

"Ainda bem que isto não é a àfrica do Sul, não é?"

Mas devia ter respondido pior...

Beiji**
E continua alegre e igual a ti mesmo! :)

Maria Manuela disse...

Olha kiko eu ADORO a tua barriga e acho que tens as pernocas mais LINDAS do universo.

Aliás eu acho que tu és um ser humano absolutamente fabuloso e por isso manda essa gente cheia de complexos levar no rabinho.

Detesto gente que se mete na vida alheia foda-se !!!

pinguim disse...

Eu tenho uma "senhora barriga" comparada com a tua...imagino, e ando de calções a visitar clientes e não me apresento mal, penso eu.Pus gravata nos últimos anos, uma vez e infelizmente, para o funeral da minha irmã, em Fevereiro passado.
"Os cães ladram e a caravana passa"...
Abraço.

Rita Maria disse...

Sim, acho que o meu preconceito face aos japoneses é esse. Mas a verdade é que vvais chegar a Portugal e, nao quero agoirar mas...nao vai ser muito melhor. Isto na Alemanha é uma paz de alma e cada um se mete na sua vida, mas chegar a Portugal é sempre um choque. Ai, está mais gordinha, ai, tem de fazer dieta, ai isto, ai aquilo. Desde parentes a pessoas que me viram sabe-se lá quando e nem sabem o meu nome. Fico logo com vontade de apanhar o aviao de volta....acho que estao convencidos de que a malta engorda e nao repara e depois quando nos dizem vai fazer um clic mágico... "oh, pois é, bolas, vou já emagrecer". Irra, irra, irra.

PS: Eu gosto de homens de calçoes. Mas se calhar é porque gosto de pernas de homens.

Célia Novais Rosado disse...

Tens de dizer aos gajos que a barriguinha é para fazer sombra... a quem estiver de joelhos por baixo de ti! lol

Ou também podes dizer que andas a treinar para ser lutador de SUMO.

Caga neles, estás quase a vir embora! eheheh

Realmente... as coisas que uma pessoa é obrigada a ouvir, não há pachorra!

Lady Oh my Dog! disse...

às vezes é dificil, mas não há nada como ser-se superior a tanta parolice.

no outro dia vim de calções e perguntaram-me se eu ia para a praia. respondi com o maior sorriso que consegui:

sim! vou para a praia daqui a uns dias! mas porquê? :)

A... disse...

Realmente eles são demasiados obcecados pelas aparências, pela etiqueta. Mas é a hipocrisia total porque ninguém se sente confortável...mas por uma questão de status eles fazem tudo. Os calções estão associados ao lazer e praia por isso refilam, devem de estar a pensar ansiosamente pelas suas férias em Okinawa ou Havai!
Abracinho!