segunda-feira, junho 29, 2009

Ilusões

No domingo fui até Bungo Takada. Nome bonito, não é?

Fui de comboio até Usa - outro nome belo - ter com a bela Cheryl e a sempre kika Stevie.




Esta é a estação de Usa. Um bilhete no expresso, por pouco mais de meia hora, custa-me 2000 ienes. Qualquer coisa como 15 euros! Acham normal?


As meninas passaram lá pela estação e lá fomos nós para esse belo sítio que é Bungo Takada. E fomos logo comer que estávamos esfaimados.



Uma coisa que não sabia é que Bungo Takada é um sítio bem giro, por sinal. Porque uma das suas ruas foi mantida tal como era nos anos 50. As lojas, os produtos, as máquinas de venda automática. Giríssimo.


Se quiserem pilhas também as há!


E podem lavar as mãos com sabonete de mel.


E ir a lojas de brinquedos.


E lembram-se de uns bonequinhos semelhentes que havia. Com gelado lá dentro. E que eu comia na Costa. Comprava-os a um senhor que estava lá ao sol a vender gelado.


De manhã, quando me levantei, pensei que não estaria calor... Mas não podia estar mais enganado, que estava um forno do caraças. E super húmido!
Benditos gelados que nos salvaram a vida. E o ar condicionado das lojas. E as máquinas em todo o lado a vender bebidas.


E há de tudo nesta rua. Até uma loja que vende insectos como animais de estimação. O que é perfeitamente normal. E não há escola nova a que vá e que os miúdos não me perguntem qual o meu insecto favorito...



Mas eles pensam que eu sou algum campónio para saber o nome dos bichos? Bem...



Mas a grande atracção desta vila perdida no meio do nada é um museu muito giro... Aberto há uns dois anos ou coisa que o valha...

Um museu cheio de ilusões!






























Tirámos umas cem fotografias no museu.

E depois demos mais umas voltinhas pelas ruas de Bungo Takada. Com um calor infernal!






Fomos dar a uma outra zona com lojas à antiga. Curiosamente, um filme japonês que vi aqui há uns tempos, foi filmado aqui.




E, como sempre, havia um tour. Com a sua guia, de bandeirola e luvas brancas!







E estava chegado o fim da coisa.




Fomos deixar a Stevie a casa. Mora ali perto.

E as meninas foram mostrar-me uma coisa curiosíssima: uns hangares minúsculos onde estes tipos escondiam os aviões kamikaze durante a segunda guerra. No meio dos campos de arroz. São espertos ou não são?




E até há um pequeno memorial aos tipos kamikaze que pilotavam os aviões...




E assim foi.

Deixámos a Stevie em casa. A Cheryl e eu viemos ate minha casa e mandámos vir pizza para o nosso jantar. Cedinho, que já estvávamos com fominha.
Falámos imenso, o que nos soube muito bem.

Nessa noite, choveu que se fartou e fez trovoada. Eu adoro trovoadas, sobretudo quando estou aconchegadinho em casa. Mas não às duas e meia da manhã... Isso é que não, que depois é um problema para voltar a dormir!

7 comentários:

Rita Maria disse...

As fotografias estao fantásticas, tao tao giras!

pinguim disse...

Belíssima reportagem fotográfica.
Abraço.

V. disse...

Muito porreiro esse museu!

E não me digas que não gostas de 'mushis'.. são tão queridos pá, especialmente quando se dá uma pázada com a vassoura (granda trocadilho ^^).
Mas tem tudo a sua lógica... aposto que as mães nem se importam visto uma barata ocupar menos espaço que um cão. Também é a solução para estes tempos dificeis de crise...
"O mãe, quero um cão!"
Mãe abre o forne "Toma lá uma barata e é se queres!!!!"

Btw, as baratas daí são iguais às PTesas? As daqui são pretas não voam e parecem grilos!

Cor do Sol disse...

O Museu é fantástico. As fotos ficaram muito giras.

ArtByJoão disse...

Ora aqui está um sitio onde tinhas tido a obrigação de me ter levado!!! Buááááá!!!!


Pappy (amuado)

The White Scratcher disse...

Lindas as fotos. Aqueles mini carros lá para o fim da reportagem,,, são mesmo de banda desenhada,,,,lololol

A... disse...

O museu está bem giro. Tem ilusões muito engraçadas.
Essa dos insectos tem a sua explicação. Mas para a próxima, respondes higurashi. Cigarra! Assim passas por um prof instruído em mushi's!