sábado, janeiro 09, 2010

Do Avatar

Pronto, fui ver o Avatar. Um belo filme, sim senhor. E não achei a história tão desinteressante como havia lido. E os efeitos especiais estão geniais, como eu esperava.

Mas concluo duas coisas desta ida ao cinema:
Primeiro, ninguém me tira da cabeça que aquilo foi tudo filmado na Serra de Sintra. Aquelas árvores todas é mesmo de lá.
Segundo, há pessoas que não deviam ir ao cinema. A menina atrás de nós era uma monga que, vendo uma faca a ser espetada num gajo, pergunta matou-o? Isto depois de já ter aventado que não estava a perceber nada do filme. Mas como era uma totó ainda teve a lata de atender o telefone depois do início da segunda parte para dizer que estava no cinema a ver um filme muito giro.
Ele há com cada aventesma...

Aliás, aventesmas é o que mais há para aí...



Mas destas aventesmas com qualidade e de óculos 3D não se vê todos os dias...

2 comentários:

pinguim disse...

Também fui ver anteontem e gostei muito; o James Cameron é mesmo um génio e o filme está prestes a ultrapassar o Titanic, também dele como o filme mais lucrativo da história do cinema.
E, como tu, fui obrigado a mudar de lugar por causa de vizinhanças indesejáveis (nas Amoreiras).

V. disse...

Só para dizer que não me cruzava com a palavra 'monga' há já algum tempo, e ri que nem uma perdida.

Eu ainda não fui ver o Avatar, que quando era para ter ido estava esgotado, logo vejo.