quinta-feira, janeiro 14, 2010

Ainda o Haiti














A coisa foi mesmo bera. Li agora esta descrição de uma jornalista portuguesa que está no Haiti e ainda me arrepiei mais. Como se as imagens da destruição de uma cidade inteira e do sofrimento da sua população não fossem suficientes...

6 comentários:

Ana Maria disse...

Já abri e fechei esta janela umas 6 vezes para deixar um comentário... e só isto: queria ir lá ajudar, a sério.

Astrid disse...

Impossível ficar indiferente... li no JN depoimentos no Twitter e Facebook de sobreviventes, logo após o tremor, e sinceramente sinto-me impotente por não poder embarcar em um avião e ir ajudar... triste! Morreu muita gente. E morreu Zilda Arns, uma médica brasileira, que eu tive o prazer de conhecer pessoalmente... enfim... morreu a mulher, ficou o trabalho dela...

Beijos, flores e estrelas *****

pinguim disse...

Inimaginável o que ali aconteceu.
Impossível ficar indiferente.

Célia Novais Rosado disse...

Deus que nos livre e guarde de coisas assim!

Impressionante a força da Natureza e duro de perceber o quão frágeis somos...

como se não bastasse serem um dos países mais pobres do mundo... coragem aos sobreviventes e força para quem vai ajudar a reconstruir!!!

Celeste disse...

É muito pesado...

Espero que consigam salvar todos os sobreviventes, e rápido!

Sofia Feliz disse...

Simplesmente terrível!