quarta-feira, outubro 28, 2009

Um dia e tantas coisas

Na verdade, vou começar este post com uma fotografia do dia anterior.
Cá estou eu e o meu amigo Pedro, depois de um belo lanchinho no Café Austríaco em plena Baixa. Falámos que nos fartámos, como seria de prever.


Ontem esteve mais um dia magnífico. O que só me ajudou a tirar umas fotografias verdadeiramente catitas no Palácio Nacional de Queluz. Não ía lá há uns quinze anos. Ou mais. E há muito tempo que queria lá voltar!

Cá está a entrada.



E uma fotos do que está do outro lado da estrada.





Fui com o Nelson, que está de visita lá de Berlin, onde mora. E a primeira sala deixou-me logo sem palavras!







E lá continuámos o nosso périplo.




Como qualquer palácio que se preze, este também tem uma capela! Curiosamente é a capela onde os meus pais se casaram! E ainda me cheirava a amor! Coisa mai' linda!

Mas, agora fora de brincadeiras, é fino casar-se na capela de um palácio nacional, não é?



Havia vários grupos de miúdos em visitas de estudo. O que até deu jeito, porque ainda aprendemos umas coisas. E também havia uns quantos actores por ali.




Um gajo tem que estar sempre bem. Mesmo que em visita num palácio.








Aqui fica uma sugestão para o Natal... Uma coisinha simples e provavelmente sem preço...


Achei curioso haver lá na cristaleira umas porcelanas chinesas. Viva a globalização!






E achei interessantíssimo haver um painel de azulejos tipicamente portugueses mostrando motivos orientais! É muito curioso ver estas trocas entre culturas!









Caraças, que as infantas eram feias, pá!


E a sala dos embaixadores em todo o seu esplendor!







Se bem me lembro, esta era a sala das aias e açafatas. Sim, que aprendemos uma palavrinha nova!



E entrámos na sala Dom Quixote.





Muito gostava aquela gente de estar de joelhos a orar... É que há oratórios quase sala sim, sala sim.




O interior do palácio é fantástico, todo rococó, cheio de coisas. E muitos dourados, que realeza que é realeza colecciona dourados!

E o exterior do palácio não é menos interessante! Muito pelo contrário!














O rio Jamor.



Lá num cantinho dos jardins do palácio estava a decorrer uma mostra equestre.






Demos a volta ao jardim, como de viu, e depois acabámos nos jardins de estilo francês. Este jardim é conhecido como jardim pênsil, porque está or sobre a cisterna!



Isto de ter uma esfinge inspirada em nós é do mais fin que há! Atrevo-me até a dizer que não há nada que consiga ser mais fino que isto!















Adorei andar por ali, porque, e como já disse, há milénios que não ía lá e já queria lá ter ido!

Mas tenho que dizer que o Palácio precisa de ser arranjadinho. É lindo, sim senhor e já há planos para tratar da coisa - e há certas coisas, sobretudo tectos, que já estão arranjados - mas há que tratar do Palácio o quanto antes! É que, ainda por cima, ainda recebe delegações estrangeiras e chefes de estado e tudo!
Se o estado quiser, até, mudo-me para lá que mantenho aquilo limpinho!

A manhã passara e estava chegada a altura de ir para Lisboa ter com a Mitsue! A menina japonesa que vive entre este lado do mundo e o outro!



Falámos imenso, até porque, quando ela está no Japão, anda sempre assoberbada e mal teve tempo para me ver. Mas quando cá vem tem dias em que está mais livre e ontem foi um desses dias.

Passámos pela loja Vida Portuguesa, que é um sítio absolutamente extraordinário. E desta vez tirei montes de fotografias!

























Fiquei muito satisfeito com as fotos que tirei na loja, modéstia à parte!

Demos uma voltinha por ali, Elevador da Justa abaixo, Elevador da Justa acima.






Eu bem sei que ando sempre a tirar as mesmas fotos, mas se eu amo esta vista, se a acho absolutamente única e maravilhosa, porque não!?





Acabei o dia outra vez no Café Austríaco, com a Mitsue e a fantástica Anita que não via há uns três anos!


Um dia fantástico.
Aliás, estes últimos dias têm sido sempre a bombar, o que tem sido óptimo, porque nem me dá para me sentir ranhosinho com as vicissitudes da vida... Vou aproveitando estes dias sem fazer nada para andar por aí a tirar fotos para partilhar com o mundo!

6 comentários:

Anónimo disse...

Amigo Lindo e Maravilhoso...pois que fazes muito bem em passear e tirares fotos para partilhar com o mundo!! Eu cá adoro ver...ehehe!
Pois que ao palácio também não vou à uns 15 anos...a ultima vez que lá entrei foi para um casamento! Mas por fora farto-me de lá passar...seja para ir correr (vá...entenda-se andar...) para o jardim ao lado, ou beber café ali perto ou para ir a uma feira medieval que fazem no verão mesmo ali no largo! Muito bom!!!
As outras fotos tão o máximo...desde a famosa pasta couto ao chiado! :)
Beijocas grandes e um dia tens de me levar a passear a Lisboa!!!
Inês

Sofia Feliz disse...

Ora que mais havias tu de fazer, com tempo de sobra, do que aproveitares a luz de Lisboa para fotos e veres monumentos que transpiram a nossa história?!

Queria eu ter tempo e ías ver se não me colava...

Bjs!

V. disse...

Eu devo ter visitado o palacio num dia nao... pois nao tive la ninguem vestido a rigor, nem mostra equestre. Epoca baixa (?) soh pode.

Nao sabia da existencia da loja... mas fica ja anotado para nao me esquecer na proxima visita ah capital.
x

pinguim disse...

O palácio é muito bonito e tem uma grande vantagem: fica perto de minha casa, ehehehe...
E a estalagem em frente também é muito bonita.
Abraço.

Célia Novais Rosado disse...

Bem, algumas dessas fotos do Palácio, eu diria pertencerem não a Queluz, mas a Versailles!
E não achaste que as camas naquele tempo eram minúsculas?? Coitados, não se podiam esticam em condições... eheheh

Vanessa disse...

Ai mas que bem...olha eu ando para ir ao palais de Queluz ("não, mas tenho 1 corpo lindo", lembras-te disto??) e acreditas que nunca lá fui? é esse e ao da Pena em Sintra..eu sei, imperdoável...gostei imenso das fotos que lá tiraste. não sabia que deixavam tirar lá fotos dentro.
Quanto á loja "A vida portuguesa"...palavras para quê? fomos logo lá quando chegaste e amaste eh eh..e o "Kaffehause" é um dos meus cafés preferidos aqui em Lx...amo o cappuccino deles...hei-de lá ir contigo, até pq tu, tal como eu, não te enjoas da Baixa :)
Beijosssssssssss mil.