quarta-feira, janeiro 14, 2009

Melbourne 13/Jan - Pink is good

O dia não podia ter começado melhor!
Eu e o John fomos à procura de uma pequena tenda de praia ou de um chapéu de sol. Queríamos ir à praia, mas com 37º não nos apetecia nada ficar a torrar debaixo do sol australiano. Lá acabámos numa loja. E enquanto estávamos a ver umas tendas, oiço alguém dizer
Excuse me. (Desculpe.)
Eu pensei que fosse uma funcionária a perguntar se precisávamos de ajuda.
Olhei para trás.
You look great in pink. (O cor de rosa fica-lhe óptimo.)
Eu, com cara de surpreendido, disse thank you!
E ela continua you really do! (É que lhe fica mesmo bem.)

Bem, saí dali com o ego nos píncaros e só disse ao John "quero ir ter com ela, abraçá-la e dar-lhe beijos"!

Um episódio a não esquecer! Jamais!

E saímos de lá com uma pequena tenda, coisa mai' kika! E com tanta emoção boa - a história do cor de rosa e a propriedade de uma tenda - fomos até um cafézito onde bebi um belíssimo betido de morango equanto esperávamos que a Hanae e a Clarissa terminassem a sua aulinha de italiano.


Isto do cor de rosa deve ser por causa do bronze que esta terra me deu... E do cabelito cortado... Tenho cá para mim... Não sei...

E lá rumámos à praia. Nós e a bendita tenda maravilha!


Fomos até Black Rock, depois de Brighton.


E claro que marchou mais um belo fish and chips.


Uma calorina que não vos digo nem vos conto.

E esta terra não é mesmo normal. Mesmo ao nosso lado estava um tipo, completamente desnudo, rodeado de uma pequena rede rasteira ao chão, para não estar ali com as vergonhas à mostra... E de quando em vez ouvíamos um triiiimmmm... Então não é que o tipo tinha um relógio, daqueles antigos, para o lembrar de virar-se para o outro lado!?

A verdade é que não aguentámos a praia por muito tempo. Não por causa do relógio do homem, mas por causa do calor e do jantar em casa do John e da Tina. E lá fomos nós!
Com o calor que estava, as meninas e seus amigos estavam a banhos na dita piscina!


É que estava mesmo um calor do caraças. A lembrar-me o verão português e não a sauna constante dos sub-trópicos japoneses! Aliás, eu sinto-me em casa aqui.

E, mais uma vez, o jantar estava excelente!








E falámos imenso. Embora eu me tenha refugiado dentro de casa com o ar condicionado ligado, que mesmo de noite estava quente. E amanhã vão estar 39º!!!

Vi televisão. Daqueles programas tipo DIY e what not to wear. Que eu adoro.

E ainda celebrámos óptimas notícias. A Trish, mãe de uma amiga da Oriana, recebeu a bela notícia de que está completamente livre do cancro da mama que a tinha vindo a perseguir há algum tempo. Uma batalha longa e dolorosa, mas ultrapassada. E ela estava em casa, sozinha, a celebrar até que a Tina lhe disse para vir ter connosco. E ela veio. E até brindámos com champagne e tudo. E as meninas até cantaram para nós...













A verdade é que, a meio da coisa, já a lagrimita teimosa estava no cantinho do olho...

1 comentário:

Sair das palavras disse...

Ué.... Eu tinha deixado passar este post ou colocaste-os todos de seguida? Como já escrevera, não gosto de praia, mas sim do mar, mas adorei ver as fotos. E aquela da tenda magnífica, bota magnífica nisso. Que espectáculo!

A do relogio que dá indicação ao rapaz para se virar, só merece isto: loool...

Batido de morango, Ângelo Dundee? No mínimo de manga ou qualquer fruto exotico. Morango = muito Europa, muito ocidente :)

Tens razão nos comentários que me fizeste relativamente às dietas: efectivamente serão mais variadas, mas também tens razão quanto ao bronze: estás, de facto bronzeado, o que nao será de estranhar dado estares aí com 30º de temperatura ;) E sempre estarão os 39º no dia seguinte? Aqui também uso os ares condicionados... mas para o frio... :(

Já me apercebi que tens amigos all over Australia (ou quase) para nao dizer worlddwide. What a chance! So much saved money, hun?

Terem ido buscar a Trish foi a melhor prenda para ela depois de saber que a mãe está fora de perigo. Belíssima acção. Sem isso as vossas férias (do pessoal deste momento)teriam ficado reféns de mera diversao egoistica. De resto, nem outra coisa se espera de pessoas como tu... e concomitantemente, de amig@s teus (diz-me com quem andas)...

P.S. Não percebi o qua qua do Wicka. Nao sabes? nao conheces?