sexta-feira, janeiro 16, 2009

A caminho do Japão

Ainda não concluí a minha aventura em Melbourne, mas como o dito cabo da máquina ou está na mala ou esquecido na Austrália, a coisa fica para depois.

Estou agora no aeroporto de Changi em Singapura, no novíssimo terminal 3. Estou num lounge, porque eu sou assim, um simples. E estou a olhar para o outro lado do dito cujo e há gente a correr e a fazer coisas no ginásio! Eu não acho isto normal! Eu, que vou ainda a meio da viagem de regresso ao Japão, já estou completamente KO com uma valente dor de cabeça. E esta gente anda a correr e a pular?!

Bem, o vôo com a Singapore Airlines correu bem... Mas a uns 30 minutos de Singapura apanhámos turbulência e, pela primeira vez na minha vida de cidadão do mundo, um poço de ar. Daqueles momentos em que o avião desce de repente e depois retoma a altitude anterior. Um valente susto, claro! E até o capitão falou com a populaça a explicar o que era e como não se conseguem identificar esses fenómenos no radar. Bem me valeu o braço do assento, só vos digo!

Mas agora aqui estou. Faltam-me umas 3 horas para o avião e acho que vou aproveitar mais uns snacks de graça cá do lounge. Depois conto-vos os momentos finais em Melbourne!

Para terminar, e uma vez que estou em Singapura, vou partilhar convosco um vídeo que mostra as maravilhas da tecnologia de hoje. Foi gravado aqui mesmo, há umas semanas atrás, com a Chewy e o Lee, mas só agora tive oportunidade de o pôr online!


3 comentários:

Anónimo disse...

Boa Viagem de regresso...
Beijinho e bom fim de semana!
Inês

Sair das Palavras disse...

Quero saber tudo de Melbourne, ainda para mais os momentos finais... Such a trip, hein? :)

Num lounge. É como dizes, um simples ;) Finíssimo. Gostei da adjectivaçao ;)

Tens toda a razão: então tudo a meio de viagens e a pularem e rebolarem-se? Devem estar imunes a enxaquecas provocadas por viagens longas e poços de ar... Se bem que a tua dor de cabeça terá também a ver com o regresso... digo eu...

Nao sentes nostalgia ou é tudo igual?

Por falares no voo da Singapure airlines esqueci-me num dos meus últimos comentários, de te dizer o quanto apreciei os tram, os eléctricos e autocarros antigos de um museu algures, e dos aviões das várias companhias que fotografaste. Belissimo.

Já conhecia aquele tipo de software (uma apresentação de algo que ainda nao chegou cá, e pc's maleaveis, etc) mas é sempre diferente ver uma situação real e concreta. Pena usar para tocar flauta :)

Wondering your "famous last words"...

Azul Diamante* azul disse...

Se o meu Ego não estivesse dominado estaria por certo morrendo de inveja do viajante.
Beijinhos sem inveja