sábado, julho 11, 2009

Mais um dia, mais uma festa

Como o mundo inteiro já sabe, ando numa de despedidas. Desde, pelo menos, finais de Março. Mas obviamente que com a data da partida à porta, as coisas tornam-se mais intensas, quer porque vou tendo mais festas e festarolas, quer porque os adeus a dizer são muito mais difíceis.
Assim foi na quinta-feira, quando chorei um pouco a ler a minha despedida a alguém muito especial: o Taka. Porque ele sempre me ajudou muito em muita coisa. Chegou a ir comigo ao hospital quando estive doente. Porque sempre nos rimos que nem uns perdidos por tudo e por nada. Porque são estas pessoas que guardarei para sempre comigo.
Ele só me dizia mas a gente ainda se vai ver. Não quero a despedida agora. Mas tinha de ser, porque não quero que as despedidas sejam a correr. Não para quem merece muito mais que isso!

Mas continuo a dizer que estou a digerir isto tudo muito bem, porque há um ano que me estou a preparar. Por isso, amiguinhos, não vos apoquentais!

Ontem, sexta feira, houve o jantar anual de Niagemachi. Dos professores que se juntam às segundas feiras para aprenderem inglês. O pessoal da tal última aula que fui dar na passada segunda.
Como sempre, eles convidam-nos para jantar, como forma de agradecimento pelo nosso trabalho ao longo do ano.

E até o bebé Arthur lá estava e tudo!


Houve de tudo. Até fotografias para a Playgirl. Ou Plauboy. Ainda não cheguei a perceber...






Como seria de esperar, houve as hajimerunokotoba, que é como quem diz, literalmente, palavras do início. Um pequeno discurso que inicia o repasto. E a honra coube ao JT. Que, devo dizer, se saíu muito bem!



Brindámos e começámos a comer. Mas não se preocupem, perninhas de bebé não faziam parte do menú!








Comemos até mais não, que aquilo era buffet. E depois foi a hora da sobremesa... Com a famosa fonte de chocolate, ideia mai' boa!







No final do jantar, peguei numa tacinha e comi chocolate. Tirado directamente da fonte. E eu a pensar numa qualquer bela mousse maravilhosa...


Depois estava chegada a hora dos discursos de despedida. Para o pessoal que está de partida. Eu, como patriarca da coisa, fui o primeiro... E curtam-me as fotos que a Ms. Emily sacou...




Não fiquei lindo e maravilhoso?!



O Jamie também falou e bem que se emocionou.


E a Melissa por último.


Recebemos umas prendinhas. Que esta gente é absolutamente fantástica. E eu tive oportunidade de lhes dizer isso no meu discurso! Como eles, não há mais ninguém, isso vos digo eu!



Recebemos uma espécie de espanta-espíritos lindíssimos!


Como a noite estava boa e havia convivas para todos os gostos... Até tivemos direito a uma sessão fotográfica ao estilo American Next Top Model. Sem a Tyra. O que só prova que tudo pode ser magnífico, mesmo sem ela!








E tão felizes que estávamos!





Por fim a foto de família... À séria.


E depois a abardinar.


As palavras finais couberam a essa mulher fantástica que é a Minami-sensei, com quem tove o prazer de partilhar a minha mesa. Quem me dera que todas as mulheres japoneses fossem metade do que esta mulher é!


Foi uma noite óptima. Rodeado de gente fantástica. Com muita risota à mistura!

5 comentários:

The White Scratcher disse...

Detesto as despedidas,,,, já tive algumas na minha vida e a cada vez sinto que algo de mim fica perdido.

Maria Manuela disse...

Tu vida es una fiesta.

:)

Sofia Feliz disse...

Bem, bons passeios, óptimos jantares... tu é que gozas bem a vida!

V. disse...

Fizeste-me pensar quando chegar a altura de eu dar de frosques daqui... tenho umas quantas pessoas aqui que quase já não sei viver sem elas.

Enfim... o bebé Arthur tem umas belas pernocas sim senhor!

Olha lá... queres que te leve uma mini-fonte de chocolate? Ofereci umas quantas o ano passado mas a malta ficou tudo a bater mal bah... nem entenderam a piada da coisa (cambada de mal agradecidos). Aqui há disso a pontapé...

E ainda bem que estás quase a ir para Portugal... porque com uns dentes assim no Japão não te safas, lol!

x

pinguim disse...

Nem me fales em despedidas...