domingo, julho 19, 2009

Ainda nem são quatro da tarde

E hoje fui fazer umas comprinhas com o Jeremy - ainda precisa de supervisão, senão sai-me da loja com tudo largueirão e sem piada - e com a Mari. Ele comprou duas camisas de manga curta e eu já he disse que precisa de lá voltar para comprar o polo vermelho que lhe fica tão bem, mas ele diz que lhe fica apertado. A Mari saíu de lá com uns calções para o marido. Eu, acreditem ou não, não comprei nada.

Mas, e não há bela sem senão, comprei mais uns óculos. Pretos. Muito giros. O meu sétimo e, muito provavelmente, último par. Até porque esta história já se está a tornar obscena!
É que há que aproveitar que eles são baratos e giros.

Fomos também a uma papelaria e almoçámos juntos.

Está um calor tremendo, que a chuva deve estar para chegar...

No meio disto tudo, fomos à loja de costura - não sei como se diz, mas é onde se arranjam roupas - que o Jeremy perdeu uns dez quilos desde que chegou e precisa de ajustar coisas.
Disse à menina, sempre uma grande querida, que seria a última vez que ía lá... Ela pediu-me para esperar e deu-me dois saquinhos de chá verde de uma produção familiar! Mal posso esperar.
E aqui ficamos nós belos e amarelos (e não, esta não é uma piada racista!).


Mais daqui a bocado há mais coisas para contar!

1 comentário:

MG disse...

Eu logo vi que tu não eras menino para vires de mãos a abanar.

:)

bj