terça-feira, julho 07, 2009

Hoje

Acordei há pouco de uma valente sesta. Quase uma hora na sorna. O que não é de todo comum da minha pessoa! Estou assim meio burro, ainda.

Hoje voltei a ligar para o cena da internet. Para fazer a coisa de vez.
Já tinha decidido que ia ligar e falar e resolver a minha vida. Mas, como também já sabia, não há serviço de apoio em inglês! Mesmo sendo uma companhia ligada à Yahoo!
Então lá liguei. Ainda perguntei, assim à maluca, se a menina falava inglês. Claro que não.
Tanto que lhe pedi que falasse num japonês simples. Mas estes gajos estão de tal forma formatados, que não lhes entra na cabeça tal pedido!
E depois têm aquela mania que me vira do avesso de perguntarem se estamos com alguém que fale japonês! Duas ou três vezes me perguntaram a mesma coisa, mas eu disse-lhes que estavam ocupados a trabalhar e que não seria possível! E, mais, que se eu lhes pago o serviço todos os meses é também para eles saberem falar inglês! Ranhosos porcos, pá!
A verdade é que quero ser capaz de resolver os meus problemas!!! E confesso que, no fim, até me deu um certo gozo ter tomado conta da ocorrência sózinho!
Itadakimasu para aqui, itadakimasu para ali, com muitos não faço a mínima do que é que estás para aí a bolsar, mas já sei o que tenho que fazer e a situação está sob controlo e só espero nunca mais ter que lidar com esta gente.

Mas o momento alto do dia foi a minha primeira última aula do quinto ano. Com o discurso que tinham, em inglês e tudo, até chorei. E responder-lhes foi bem difícil.
É o que me espera nestas duas semanas. E nas outras a seguir, quando as aulas já tiverem terminado mas ainda tiver uns quantos adeus para dizer...

A última última aula do quinto ano tinha uns quantos pais na audiência (é comum ter pais na escola, de quando em vez, para verem as aulas) e foi óptima. As mamãs tomaram parte da aula. Em inglês e tudo e sem pestanejar foram "às compras"! E correu tudo lindamente, sem problemas nem dramas! Quem me dera que fosse sempre assim!

Mas a cereja no cimo do bolo foi ver que o meu amigo Carlos está numa revista japonesa. Tudo porque o apanharam nas ruas de Los Angeles e gostaram do estilo do tipo! Pimba, está nas bancas japonesas.


Tenho cá para mim que esta necessidade de dormir e estar inerte é do calor! Quando saí da escola estava um forno. Quente e húmido.
O que me valeu é que dois alunos meus do sexto ano iam apanhar o mesmo comboio que eu e assim sempre me distraí. E ter companhia é sempre bom!

(Desculpem se este post não está soberbo como de costume - olh'ó convencido! - mas estou burro, burro, burro!)

2 comentários:

V. disse...

Omedetou!! *pat on the back* sabe bem sentirmo-nos independentes, ne?

Quê? Se não chamas aos teus posts soberbos, então o que chamarás aos meus >_>

Btw... a menina Sabrina ainda anda aí toda grossa!

White disse...

Viva os burros!!!