quarta-feira, julho 01, 2009

Gotta love Japan

Cheguei a casa e tinha um papelote em preto e vermelho da companhia de gás! Fiquei logo louco, porque não percebi a coisa, e liguei logo para lá na esperança de alguém falar inglês.
Lá chamaram alguém que fala a língua, mas não me entendem completamente e explicar o que seria aquilo seria impossível. Dizem-me para esperar que me ligam mais tarde.

Dali a 3 minutos ou assim recebo uma chamada de uma senhora muito simpática, da parte da Oita Gasu.
Diz-me que o marido dela trabalha lá e que como não me estavam a perceber, ele ligou-lhe e ela ligou-me. Com um inglês absolutamente impecável, só vos digo!

Percebem porquê que, mesmo querendo muito ir-me embora, há coisas que admiro neste país? Há tantas coisas de que sentirei saudades. Às quais será tão difícil dizer sayonara! Que turbilhão que estou!

Ah... E o assunto nem é nada demais e não preciso de me preocupar com nada. A senhora vai dar o recado ao marido e tudo ficará bem!
É que a companhia inspecciona as cenas do gás de tantos em tantos anos e agora é a minha vez. Mas como estou de abalada, depois fazem isso!

6 comentários:

V. disse...

isso é que é levar costumer service a outro nível!

The White Scratcher disse...

Certeza que a senhora não te vai mandar a conta da tradução simultânea?
Lolololol

Cor do Sol disse...

Era bonito de ver isso em Portugal. Levavas logo com um "Não percebes, percebesses" :P

leonorsousa disse...

De facto, isso é que é vontade de QUERER resolver um problema ao cliente! Admirável : )

Pulha Garcia disse...

Fabuloso apontamento do que é ser nipónico.

Maria Manuela disse...

E depois enviam-te a factura para onde?