quinta-feira, abril 24, 2008

Eu ando louco, com certeza

Ainda imbuido do espirito de Pirescoxe, ontem protagonizei mais uma historia. Ou e o espirito de Pirescoxe ou alguma coisa que eu ando a comer. Nao sei.

Eu moro num predio ladeado por duas casas. De um lado, a casa da minha senhoria, seu marido e tres filhos. Do outro, a casa do pai dela, um senhor que parece muito velho, mas que anda por ai todo gaiteiro. Era pescador e, estando eu no Japao, a idade nao e impedimento nenhum para ele continuar a sua vidinha.
Ora o problema com este senhor e que ele vive obcecado com os passaros. Cada vez que ve um no predio, qual terrorista que ameaca cagar os carros estacionados por aqui, toca de fazer barulhos. Ele atira pequenas barras de metal ao chao, ele pega em caixas de esferovite e toca de as atirar umas as outras, ele, creme de la creme, as vezes atira pequenos foguetes. Malditos passaros.
Ora, quando estou a trabalhar e nao estou em casa, isto nao me aquece nem arrefece. E as donas de casa que por aqui andam nem devem ouvir, que esta gente nunca ouve nada, tal a imensidao de barulhos que povoam estas terras. O pior e que o senhor ja me acordou as 5 e tal da matina, as 6, as 7 e por ai adiante. E isso eu nao tolero. Era o que me faltava.
Vai dai, ontem fui pagar a renda. A senhoria nao estava la, mas falei com o marido. Sao todos uns queridos, eles. Com o meu (muito) pobre japones comecei a conversa dizendo "isto e um pouco estranho.". E depois disse-lhe que o pai da senhora fazia demasiado barulho demasiado cedo demasiadas vezes. O senhor reconheceu o facto e vai falar com ele.
Vamos ver no que ira isto dar.

Quem nao me conhece, nao sabe. Mas eu oico tudo, mesmo que esteja a dormir. Nao sei se e por ser um coscuvilheiro nato ou se porque pura e simplesmente oico tudo. So eu sei o que passei na Reboleira, com aqueles vizinhos ignobeis e ate ja no apartamento novo com o vizinho do lado a ressonar mais que o meu cao.

E uma chatice, mas eu nao estou a pedir nada do outro mundo. E nao aconteceu so ontem e hoje. E, mesmo havendo mais gente incomodada, se nao for aqui o Angelino Jolie a fazer alguma coisa, ninguem mexe um musculo!

5 comentários:

Paula disse...

Força Angelino Jolie!
O povo está contigo!
:)
Bjs!

Tinta Permanente disse...

Compreendo-te a loucura. Os vizinhos que não trabalham e passam os dias a inventar ou em manobras, também podem ser úteis, porque estão atentos e farejam, como cães de guarda.

Kapitão Kaus disse...

Força, Ângelo!
Isto faz-me lembrar os meus vizinhos de baixo que, volta e meia, põem a música num nível sonoro que parece que vivemos todos numa discoteca... é o caos, sim, senhor!
Eu, para não me incomodar, opto por sair de casa e ir trabalhar, às vezes, para um banco de jardim...

Abraço:)

Paracletus disse...

Fazes muito bem em reinvindicar, pois o direito à paz e sossego no teu lar é um direito inalienável.
Infelizmente num prédio nem sempre se encontram vizinhos cívicos que respeitem o espaço dos outros.
Oxalá que a tua reclamação dê resultado, senão parte para a estupidez... lol

Xanoxa disse...

Mai nada... ou entao compra trigo roxo e lança-o da janela que é ver os pássaros a quinar.. não sei como se dirá trigo roxo em japonês mas assim que descobrires... é o céu!!
PIU PIU pa ti