segunda-feira, abril 21, 2008

Esta velha

No passado sabado houve festa. Sexta feira tinha sido ma, sabado foi mau e domingo nao lhe ficou atras. Mas a Shauna fez 30 aninhos e isso e motivo para celebrar... Foi aqui, infelizmente, que recebi a noticia da morte da minha avo. Uma chamada nao atendida e depois uma chamada da minha mae a dizer "nao tenho noticias boas. A tua avo morreu ontem a noite.". Nao chorei, que nem sempre sou capaz. Mas quem estava a minha volta reconfortou-me e isso fez-me bem.
Na verdade, so queria chegar a casa e poder ligar ao meu pai e perguntar como estava ele, tendo perdido quem o trouxe ao mundo...

Mas, la esta, a vida continua. E este post e dedicado a minha velha jamaicana, a Shauna. Estava tao feliz, ela. Via-se tao bem! Chegou ate a dancar no meio da rua. Coisa nunca antes vista... Alias, chegou ate mim neste estado:





Pensei ca para os meus botoes: sera que esta bebeda ou nao tomou os comprimidos!?

Fomos de comboio ate Shikido porque a menina queria ir a um restaurante nao sei que. E la fomos. Eu sentei-me ao lado de um miudo que, assim que meti o cu na cadeira, levantou-se e zarpou para outra carruagem... De certeza que nem deve ter dormido nessa noite, acordando com suores frios por entre os pesadelos com gaijin!

La chegamos. Comer ate cair para o lado em 90 minutos. Nao e um conceito interessante, este?




A Lauren e eu demos-lhe um petit rien. A la japones, que a gente gosta de se misturar com a massa indigena.



Um voucher online - que nos somos uns modernos! - para uma tal loja JCPenny, que a bebe gosta muito...

Tambem houve videos. Ou tentativas... Porque o primeiro, com ela a cantar, nao ficou gravado. O que e uma pena, porque era tao giro... Mas ca fica outro... Com um bocado de patois a la Pipo!

video

E ca esta outro video, de um petit rien in promptu* do Tomek e da Pernais!

video

E a festa la continuou...






Nao tirei muitas fotos, quando ja nao tinha disposicao...

* Tanta palavra chique junta!

1 comentário:

Daniel Cândido da Silva disse...

A Shauna é nuts, mas uma boa nuts.

O Tomek parece castiço, entre um Daniel Pipo (eu) e um Ângelo"manuel" ;)

Agora, o que fica para além do meu entendimento linguistico, é: como é que tu repetiste de diversas formas e sons o "du" ou "da" e a tua amiga dizia sempre "nao, nao nao", e "nao" até ao fim...

Duhh.. Deve ser um dialecto gutural... É que, ainda por cima, havia um filminho (felizmente) onde é impossivel que nao tivesses acertado uma... Desculpa, ela não diferia that much...

Snobismo alcoolico? ;)

Hugs