sexta-feira, novembro 20, 2009

Respostas

Inês,
Como sabes, a minha barriga sofreu muito em terras japonesas. Pelo que é uma maravilha vê-la ser apreciada agora!
Quanto aos pombos, achei-lhes um piadão andarem a banhar-se. E, fica tu sabendo, vivêssemos nós na Índia e fôssemos nós adoradores de um qualquer deus hindu, e íamos dar de comer às ratazanas.
Sei perfeitamente de que sítio falas quando falas dos golfinhos natalícios. É estranho, sim senhor. Mas tu não sabes que a Amadora é a terra da inovação!?
Por fim, e em resposta ao teu último comentário, e como já te disse, até me emocionei a lê-lo! Arigato! E deixa-me que te diga que eu fico felicíssimo por estarmos de volta à vida um do outro!

V.,
Então e porque não começas isso já? Com tantas experiências e leilões de carne, tens sempre material para o blog!
Depois tira lá umas fotos de Notting Hill. So I can reminisce!

Astrid,
Vês, até tiveste companhia e tudo!

Individual(mente)
,
E eu nunca estive no aqueduto.
Mas quanto à Mãe D'Água, deixa lá que um dia te levo a conhecê-la. Mas vamos de transportes, que é para termos histórias para contar!

André!
,
Ai, ai! Temos que resolver isso!

Pepita,
Tudo perguntas muito pertinentes, só te digo. Tão pertinentes e tão metafísicas, que tu te baralhaste toda!
Mas, olha, lá marchou um belo bife e o vovô fico feliz na mesma. E muito mais saudável!
Sim, sim. O raciocínio está correcto, mas não posso esquecer a mãe maravilhosa que tenho cá em casa! Não desfazendo, claro!
Também eu adorei estar contigo e com toda a gente! Há que repetir!

Filipe M,
Viola-a o quanto quiseres. Eu até acho que ela gosta!
Mas se deixares de dormir ou entrares em estado catatónico, não digas que não avisei!

João
,
Ó p'ra mim a regozijar-me!

D.er N,
Estou aqui feliz. Arigato!

Armilar
,
I'm gobsmacked!
Pronto, sei que dizem isto lá para os teus lados e queria mostrar que sei umas coisas...
Mas conta lá mais!

Ana Maria, Condessa de Al-bardas e Al-guidares,
Antes demais, desculpa lá, mas adoro os epítetos que te arranjo! Gostas?
Bem... Nem sei o que te dizer! Mas olha que se deixo marcas - só espero que não sejam daquelas a ferro quente! - tu também as deixas! Tantos anos e eu nunca me esqueci de ti. E olha que não é só por causa do mamedo! Pensa lá nisso!
Vês... É isto que adoro: e no teu caso, poderes viajar comigo! Já que não há maneira de te fazer entrar num avião...
Sou mimado, sim. Mas não estou estragado por causa disso, acho. E há uma diferença muito grande.
E fico muito contente por estarem a chegar novas coisas ao teu berloque.

Apple,
Obrigado. É que ontem estava mesmo a precisar de deitar uma série de coisas cá para fora. Coisas que normalmente não têm grande importância, mas estão cá...

Lady Oh my Dog,
Obrigado. Sabes, escrevo aqui muitas coisas, muitas piadas, muitas coisas sobre o meu dia-a-dia, mas às vezes saem-me coisas assim. Mas é tudo muito sincero. Até as piadas!

Morgawayne,
Pois que também não sei, mas dá que pensar.
Quando ela fala da mudança do nível da pandemia para o nível máximo sem haver razão para isso faz-me lembrar que pensei na mesmíssima coisa na altura. Do género mas não morreu, tipo, um país inteiro! Para quê isto!?
Como dizia à minha mãe ontem, eu ou tu dizermos isto é uma coisa. Agora, a ministra da saúde de um país vir dizer coisas destas é outra coisa. Dá mesmo que pensar.

Hydragirum,
Merci
, pá!
Tu sabes que eu sou um desbocado. E às vezes faz-me bem falar do e para o coração. Como forma de me exorcizar!

1 comentário:

Filipe M. disse...

LOL !!! Acho que fiquei um bocadinho encadeado com o rosa !! ahah