quinta-feira, abril 02, 2009

Aviso e uns bitates

Vou dar uma volta - coisa pouca, prometo - e volto logo, logo.

Entretanto, cá ficam umas respostas, que assim é mais rápido:

A,
Como é que vim cá parar?! Fácil... Meti-me em três aviões e cá estou eu. A dar aulas de inglês do primeiro ao nono ano, através deste programa do governo japonês.
E ainda estás a tempo de cá vires ver as vistas e comprar uma catrefada de manga da boa!

Pipe,
Tu sais-te com cada locubração que não te digo, nem te conto. Mas é deveras pertinente!
Ao contrário do que possas pensar, não acho Portugal o país dos horrores. Mas não sou um apaixonado cego da Lusitânia como tu. Just that!
É verdade que Portugal tem muitos problemas e eu terei muitos problemas com que lidar quando regressar... Mas qual o país perfeito (à parte da Suécia!?)? Nenhum, provavelmente.
E concordo plenamente contigo quando te referes ao complexo de inferioridade português e, acrescento eu, aos queixumes incessantes. Aliás, este vai ser um dos problemas com que terei que lidar!

Princesa Sis,
Viste? Viste? Afinal no meio das jantaradas e do karaoke, ainda se vai aprendendo muita coisa. Aliás, desde que consigo reclamar pelo telefone em japonês que me sinto o dono do mundo!

Justin in NYC,
You know, I have to make the most of my last months here! Just that! After all, it's just four more months! And lots of packing to do!

Maldonado,
É verdade. Quando morei na Suécia, e sobretudo em dias de neve, nem em casa se entrava de xanatos. E bem que gostaria de importar esta cena lá para casa... Mas os meus pais não vão nessa!
Arigato! E, para bem e para o mal, muitas mais despedidas se avizinham!

Sóninha,
As meias não são nada felpudas! São perfeitamente normais! Vê lá bem a coisa!
E tens toda a razão... Devia ter levado as que tu e a Inês me mandaram! Isso é que era!!!
Quanto à côr... Como esta gente é toda tão cinzentona a vestir-se, sobretudo na escola, eu tenho uma necessidade enorme dentro de mim para ser precisamente o contrário!!! Deve ser por isso que estou gordo! A necessidade é tamanha!
E não penses que fiquei ofendido com a cena dos crocs! Que nada! Só há coisas que não entendo...

Hannah,
Eu sabia que a gente tinha algo mais em comum para além de sermos belos!

Pulha,
Eu acho que sim. Deves ter para aí um gene japonês. Só espero que seja da linhagem imperial, que dá sempre outro estilo!

Hydra,
ObrigadoS! Mas os meus posts nunca chegam aos calcanhares dos teus! Sobretudo quando metem pintores e tinta maluca à mistura!
E tens toda a razão... Paul Smith é um agrafo na minha vida. Mas, pergunto-me, haverá onde me ir maravilhar com coisas às cores na Lusitânia?
E para terminar, mas onde é que andas?! Na República Centro-Africana!? Vai lá à procura da Playboy lusa, se faz favor!

Faneca
,
Sabes, quando olho para o vídeo do meu discurso em japonês, para além de se me virem as lágrimas aos olhos outra vez, vejo-me em cima do palco todo encolhido e indefeso! E tu sabes que eu não sou nada assim... Mas naquele momento... You know!
E não podias ter dito melhor! As sakura são sempre belíssimas!

4 comentários:

A... disse...

Pois, manga da boa sei que há! Mas eu não consigo ler os caracteres infelizmente, só conheço alguns...
Vou-me ficando pela manga em inglês mas o que é mesmo bom daí...é as lojas de figuras...
Pois, o porgrama JET já tive nessa página mas nunca percebi o tipo de curso que eles pedem, eles querem pessoas que saibam Inglês mas segundo a página o curso não tem de ser obrigatoriamente relacionado com a língua...fez-me confusão, e pus de parte porque ainda me falta algum tempo para acabar o meu percurso de estudante.
Tentei participar num concurso da embaixada do Japão para ir lá num período de um mês mas não foi a tempo, este ano tento de novo!
Abraços

PS: Sabes o nome daqueles porcos de porcelana/barro onde eles queimam incenso???? Sempre quis saber o nome disso...

Daniel Silva disse...

Apaixonado cego pela lusitania, eu? Onde foste buscar essa ideia?

Aamanha estás a dizer que sou um patriota indefectivel, lol. Nada disso. Apenas acho que Portugal nao fica atrás de muitos países. Não fica mesmo.


hugs

Vanessa disse...

I know, I know the feeling...eu nesse tipo de situações passo do tamanho S automaticamente para o XS e olha que não é fácil ser-se mais pequeno no meu caso.
Quanto ao resto, sei que vais estranhar muita da organização, método e (bons) costumes a que já te habituaste aí mas sei também que esta é 1 decisão altamente "mastigada", digerida e se vens agora é porque algo em ti te chama para aqui.
E os meus braços, por pequenos que sejam, estão sempre (bem) abertos para um grande abraço.
(",)

Hannah disse...

Eu também sabia lindo ;)

Bjokas

;)