quinta-feira, abril 16, 2009

O Alentejo

O Paulo já me habituou à qualidade dos e-mails que me manda. E ontem, se não estou em erro, chegou-me este documentário belíssimo sobre esse sítio lindo que é o Alentejo.

Aprendi tanto ao ver isto, que acho que nunca vou pegar numa garrafa que não tenha rolha de cortiça.
Mas não é só isso. Este documentário mostra bem como a agricultura tradicional está tão fortemente correlacionada com a natureza. Como tudo é tão interdependente. E como é importante que estejamos conscientes disto.

Ao ver estas imagens lindas, penso no que muita gente em Portugal diz so seu próprio país. Que é tão mau, que é pior que os outros, que isto e aquilo.
Sim, Portugal tem muitos problemas. Sim, há muita gente que faz o que quer e nunca paga por isso. Mas e as coisas boas? Não as há?
Depois de ter viajado meio mundo e te viver aqui, um país tido como do primeiríssimo mundo, digo-vos a todos que Portugal não é melhor nem pior do que os outros. Tem coisas boas e tem coisas más.
Sim, há um longo percurso a fazer, ainda. Mas se formos todos um pouco mais optimistas e menos dados ao queixume muita coisa pode mudar. Há que fazermos o nosso melhor, em tudo o que pudermos, sem olhar para o lado e ver que o outro não faz nada e amuar por causa disso.

Ao ver estas imagens lindas, penso, também, na saudade que tenho do Alentejo.
Sempre que me perguntam sobre Portugal e dizem-me que vão lá, respondo sempre falando também do Alentejo. Porque a família da minha mãe é de lá e isso liga-me àquela terra.
Sorrio sempre ao descrever um final de dia de verão, em Évora, ao caminhar para a cidade com o cheiro a campo que vem com a brisa dos arrabaldes.
Que saudades!

Apercebo-me de que não conheço Portugal assim tão bem. E há tanto para descobrir!

Lembro-me, porque sim, do meu avô e de tudo o que aprendi com ele. Com as suas histórias, com o seu passado ligado à terra. E de andar com ele por Évora afora. Ele que parava de cinco em cinco minutos para falar aos rapazes do seu tempo.
Que saudades.

Tudo isto numa hora. E por causa de um documentário basicamente sobre o montado e a sua vida.



http://www.ecologicalcork.com/files/documentariosic.html

6 comentários:

A... disse...

AH este é o documentário da BBC. É lindo, lindo mesmo. Aprendi tanta coisa...

Abraço

Cor do Sol disse...

Eu conheço muito mal o Alentejo. Mas, os meus pais adoram ir para lá.

Pulha Garcia disse...

Adoro o Alentejo. As gentes,a comida, o vinho, a costa alentejana, o calor. Do mais puro que temos em Portugal...

Hydrargirum disse...

Tenho saudades de Pt....agora fiquei sorumbático:((((

Graduated Fool disse...

É, para mim, a região mais bonita de Portugal.

Célia Novais Rosado disse...

Acho que muito poucas pessoas faziam ideia da riqueza e beleza do nosso Alentejo. Este documentário é só uma amostrazinha... vi-o cá em França e fiquei como tu... eheheh

Vês, tantas coisas boas que te esperam? Está tudo de braços abertos a aguardar que aterres na Portela!