quarta-feira, agosto 26, 2009

O Regresso - Vou ali a New York, já venho

Os meus dias em Hudson estavam a chegar ao fim. Com muita pena minha, devo dizer, porque aquilo era verde, calmo como se quer! Mas, caraças, tinha New York à minha espera!

A minha querida Lauren levou-me até ao aeroporto. Um bem pequenino, Akron/Canton.


Depois de dizermos muitos adeus, bye bye, sayonara estava chegada a altura de me meter no avião.


Um avião muito giro, sim senhor. Não muito grande, novo e, sobretudo, com uns motores muito silenciosos.
A coisa até nem abandonou muito... Mas quando abanava lá eu agarrava o raio do assento!
Não, a sério, esta cena tem que acabar!

Mas o que importa no meio disto tudo é que aterrei em La Guardia à hora prevista e sem problema nenhum! Estava em NEW YORK!


Depressa me meti num táxi com as minhas quinhentas malas - ao menos não são Louis Vuitton - e vim logo para a East Village ter com o Daniel. Sim, que não havia tempo a perder.

Das primeiras coisas que fiz foi ir cortar o cabelo. Por gente que o entende.
O tipo que mo cortou é do Uzbequistão. Sítio bom, esse.


E lá fomos pela East Village a fora...




Até Greenwich, para vermos o arco que marca o início da Fifth Avenue (Quinta Avenida).


E até havia um grupo a cantar e tudo. E nem eram nada maus, não senhor!



Parámos para comer. Coisas saudaveis, que New York não é como o resto da América. Comi um wrap com vegetais e arroz integral!
Vês, mãe, já estou a tratar da dieta que queres que faça quando chegar!


E adivinhem lá que rua é esta! Até vos dou três opções:
a) a rua onde morava a Carrie do Sex and The City
b) a rua onde morou Jackie Onassis
c) a rua onde ficava o prédio do Seinfeld



Pois bem, era aqui que a Carrie vivia! Em plena West Village!

Perto de uma loja muito famosa pelos cup cakes!


Continuámos à andar e atravessámos Manhattan de este para oeste, até darmos com o Rio Hudson - o tal onde um piloto fez aterrar de emergência um avião no outro dia!


O wrap já era pelo que estava na altura de comermos mais qualquer coisinha. Vai daí, marchou uma pizza. A New York pizza, se faz favor!


Depois fomos saír. Coisa mínima. Em Chelsea, que nós somos assim.
E adivinhem lá com quem é que esbarrei! O Justin! Não o via há quase um ano, desde que ele deixou Oita!

Claro que nos havíamos de encontrar... Só não esperava que fosse logo na minha primeira noite em New York e completamente sem combinarmos nada! Não é extraordinário? Até esta cidade consegue ser pequenina!


(O rapazito à esquerda é o Christian, um amigo mexicano, legal, do Daniel).

Depois foi altura de regressar a casa. No famoso metro de New York.


Eu gosto do metro, que nos leva a qualquer lado que queiramos ir. É fresquinho e tudo. Tem gente maluca, e tudo. O problema é que as estações são escuras e muito muito quentes, que nem vos passa!

Estou a adorar esta cidade, onde queria vir há anos!

7 comentários:

Maldonado disse...

Que inveja! :(
Adorava um dia conhecer NY.
Já agora essa cidade tem a maior rede de metro do mundo, sabias?

silvestre disse...

Se te crescerem pelos verdes nas orelhas já sabes que é de eu estar roído de inveja e desejar-te que te transformes no Yoda

Maria Manuela disse...

Olha querido

Se puderes, traz-me um íman para o frigorífio todo catita de NY (eu depois faço contas contigo). Mas escolhe um todo catita digno da minha magnífica colecção.

beijocas

Célia Novais Rosado disse...

Coisa feia a inveja.... que nós todos que aqui vimos sentimos... eheheheh

Com isto tudo, afinal quando é que chegas a Portugal, hein?

Hannah disse...

Essa cidade é LINDAAAAA!!!
Que saudades...

sniff sniff...

Migo, tens de ir ao Tom's Restaurant (o restaurante que aparecia no Seinfeld)!!!
A comida é EXCELENTE, barato e o pessoal SUPER SIMPÁTICO!!!
Fica em Morningside Heights, 2880 Broadway com a 112th Street.

Bjinhos e diverte-te!!!

Sofia Feliz disse...

Eu vou deixar de vir aqui...

Isto para mim já é demais!!!

Maria Manuela disse...

Oh Kiko
Tu és demais... Lembraste-te de mim???? Pronto, agora até fiquei comovida, pá!!!


beijos