quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Ha 3 anos, por esta hora


This album is powered by
BubbleShare

Ha 3 anos recebi a noticia que o Noberto morrera. Ainda ha pouco estava a pensar nisso e os meus olhos ficaram logo cheios de agua... As vezes penso como e que, e apesar do tempo que ja passou, sinto a coisa como se fosse hoje. Uma falta imensa. Uma falta imensa das coisas que ainda podiamos ter feito, das gargalhadas que podiamos ainda ter partilhado... Nao tenho duvidas que o meu amor por essa pessoa linda que foi o meu avo durara para sempre, sem nunca se esbater...

Enquanto escrevo isto, como que para exorcisar a dor em mim, lembro-me de receber o telefonema com a fatidica noticia naquela manha de segunda feira. Lembro-me dele a murmurar qualquer coisa que jamais saberemos o que era, quando o deixamos no lar, com a mao dele a alcancar-me. Lembro-me dos banhos que lhe dei, da comida que lhe dei, do seu cabelo, dos seus olhos, da sua eterna boa disposicao, do seu orgulho nos seus netos, da sua incessante vontade de trabalhar, da sua absoluta integridade. Lembro-me disto tudo, enquanto choro.

Ainda por cima, hoje, tenho estado com uma das minhas crises de dores de cabeca... Mas daquelas mesmo feias... Mas nada que se compare a dor que sinto quando me lembro dele.

9 comentários:

Enfª Bekkky disse...

oh, angelo, tu és uma pessoa linda! deixo-te um grande beijinho e a certeza que o teu avô te continua a ver e a proteger...

Sónia disse...

É um grande homem!
Dizia-me sempre ola e queria saber como é q eu estava. e claro, falava sempre de ti! ;)
Bj grande!

Anónimo disse...

Estes dias são sempre complicados, mas ficam as boas recordações e a certeza que ele estará para sempre no teu coração e na tua vida!!
Beijo grande Amigo!
Inês

Mari disse...

Meu kikinho mais kiko, só te posso dizer que compreendo perfeitamente essa tua dor...mas vais ver que com o passar do tempo, essa dor vai amainando e vai-se tornando mais uma recordação, que já não dói tanto, mas que te faz sorrir, emocionado, quando te lembrares dele...
Grande beijo
Mari

Paulo disse...

Ó rapaz de Oita, nem sei que te diga, sinceramente... Que compreendo as tuas palavras e a tua dor.

Pode não ajudar, mas hás-de ouvir a paz de Kitaro. Um grande abraço, à distância.
E melhoras para a dor de cabeça!

Nanda Nascimento disse...

Que fique sempre na sua memória esta doce lembrança do teu avô.

Vim fazer uma rápida visitinha e voltarei!

Beijos e flores!!

Xanoxa disse...

Amor, escreve, diz partilha connosco, já que enquanto falas, choras, dizes, algo não morreu no teu coração...

Um grande beijo

Xanoxa

Celeste disse...

Sim Angelo, também acho que quem amamos é eterno no nosso coração.

Beiji**

Maria Manuela (M&M) disse...

Um abraço forte com carinho e amizade...

beijos