domingo, março 06, 2011

O primeiro ennichi de sempre em Lisboa!

Como havia anunciado, este fim de semana foi o primeiro ennichi de sempre em Lisboa. Mas, como seria de esperar, houve uma reunião preparatória da coisa. Ou, melhor, uma reunião para o pessoal se conhecer.

Nesta "reunião" em jeito de barbeque, estrearam-se os candeeiros feitos pelo pessoal...





O pessoal conheceu-se e rimos que nos fartámos, claro!


E cá está um grande planos dos belos candeeiros.


Ontem, sábado, foi então o dia da festarola. O primeiro festival de rua ao estilo japonês na bela Olisipo.
Havia pessoal no Ateneu a trabalhar desde cedo. E mais e mais pessoas foram chegando para limpar, cozinhar, arrumar e preparar tudo.
As nuvens adensavam-se no céu, mas a gente rezava aos deuses todos para que não chovesse... E, na verdade, nem choveu assim tanto...

A azáfama era muita...









Mas ainda houve tempo para as macacadas dos costume.






As portas estavam quase a abrir. E ouvia-se que havia imensa gente já à porta à espera...



E, passavam dez minutos das quatro, e depois do início oficial da coisa numa roda com vénias à boa maneira nipónica, entravam as primeiras pessoas.




O meu pai ficou doido com o jogo dos balões...



E trouxe um para casa e tudo...

E iam chegando mais e mais pessoas. Muitas das quais com quem trabalho e que, num ano, deixaram de ser meros colegas de trabalho...


Esta foto, já agora, prova bem que eu também trabalhei imenso. Que toda a gente queria takoyaki. E eu nem sabia que tal coisa era assim tão conhecida de tanta gente!





Esta menina apareceu-me assim à maluca! Conhecemo-nos no Japão, em Oita, quando andava a passear país afora e ficou em minha casa e tudo!





Aos anos que não comia takoyaki!


E sim, tinha uma bola de takoyaki na boca, que estava uper quente, mas as fotos não podiam parar!







O Nuno também lá apareceu! É giro que temos o Japão em comum e até a cidade onde moramos. Mas nunca nos tínhamos encontrado!


















Como viram, havia barraquinhas com comida e também as havia com produtod japoneses e artesanato feito por japoneses. Mas também havia um cantinho onde se podia experenciar o chá japonês.





Digam-me lá que eu e ela não seríamos facilmente tidos como japoneses!?






Veio muita gente. Mesmo muita gente. Talvez mais do que se esperava. Tanto que a comida se foi num instante, apesar das quantidades imensas que estavam preparadas. Que eu estava lá e vi.

Este foi o primeiro evento do género e só espero pelo próximo, para poder voltar a ajudar e para poder voltar a mostrar um pouco do Japão real que pouca gente conhecerá.

Saí de lá sem fotos com o Daniel, a Marta e o Pedro. Mas em compensação saí de lá com uma dôr imensa nas pernas, pés e costas. 

Moras da história: ennichi destes são muit'a fixes, mas andar de um lado para o outro de getta é que talvez não...

3 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

私は本当に楽しかった

ou seja, gostei muito.
E as tuas sandálias tão peculiares deviam ter entrado nas fotos, embora já tenhas fotos de aniversário com elas, mas pronto ;)

Tu fazias um excelente ícone assim trajado, e olha que vi algumas pessoas a fotografarem-te como quem nao quer a coisa e, certamente por vergonha, não pediram para tirar fotos contigo.

De facto é tudo tão incrivelmente minimalista. As espetadas nem as mini-espetadas portugas, são. E nao sabia que o saké se servia quente ou frio (nao ha registo de aguardente ou licor quantes) ;)

Muitíssima gente num dia quem nem prometia assim tanto sol.

他の方法でも複数のイベントを是非:)

抱擁 = (venham mais eventos mesmo noutas modalidades. abraços)

X disse...

Ang-lee, não consegui ir mas no próximo enni...coiso, não falto!
Abraços

∗ANA∗ disse...

Posso fazer-me de convidada para o próximo?

Please...

Bjinhos