sábado, março 26, 2011

Bye, bye, Miquelina!


Fez ontem precisamente um ano que desapareceu uma das pessoas mais importantes da minha vida. Não desfazendo em ninguém, a Miquelina foi quem muito me ensinou, quem muito me auturou e quem muito comigo riu e chorou.

Com a perda de pessoas tão importantes e chegadas a mim, perco um pedaço de mim mesmo. Se por um lado a Miquelina estará sempre comigo, por outro deixou-me um vazio que jamais poderá ser preenchido.

A última vez que a vi, estava sofrega de sede já na cama do hospital. Já mal a percebia. Mas a imagem que sempre guadarei será a da ternura que sempre teve comigo. Lembrar-me-ei sempre dos seus cabelos brancos, do seu papo - que eu agarrava à maluca, só para a chatear. Lembrar-me-ei de ela me acordar gentilmente para eu ir para a escola e perguntar-me logo o que eu queria para o almoço. Lembrar-me-ei da sua alegria quando terminei a faculdade, ao lado do meu avô que chorava. Lembrar-me-ei de tantas coisas que não cabem aqui.

5 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Solidarizo-me contigo, mas em mim as dores são ainda mais cruas para poder recordar o que quer que seja. Abraço

Astrid disse...

Um grande beijinho p/ ti. Fica bem.

∗ANA∗ disse...

Um abraço daqueles migo.

Bjinhos

pinguim disse...

Abraço.

Pulha Garcia disse...

Um abraço.

(vou visitar a "minha Miquelina" esta noite e o dia de amanhã todo)