domingo, dezembro 28, 2008

Sydney 28/Dez - Bem bom

Vim há pouco da praia. Mais um belíssimo dia, por isso era mesmo de aproveitar!
Desta vez fui eu, o Shin e o Nao, um amigo japonês que eu também chegara a conhecer ainda lá. Está cá a estudar Business Management, que é uma coisa que fica sempre bem!


Mas lá nos econtrámos na Museum Station... Eu, para não variar, fui o primeiro a chegar!

Na verdade, o plano original era ir ver o mercado de peixe... Mas a coisa está fechada durante o Natal e o Ano Novo... Daí termos acabado na praia sem toalha nem nada...

Metemo-nos na carreira para Watson Bay, um belo sítio no oeste da cidade... Com uma vista fantástica!
Comemos por ali. Seafood basket, com muita coisa frita. Pela primeira vez na minha vida comi fish and chips. E que bom que foi!


O dinheiro nesta terra é muito estranho... Uma moeda de um dólar é maior do que a de dois. E a de 50 cêntimos é pura e simplesmente gigantesca! Maior do que as outras todas...


Deve ser para verem bem a raínha...

Comemos e fomos para a praia... Não a que se vê na foto, mas uma outra. Mas reparem bem na cidade ao fundo...





De facto um sítio belíssimo! Tão belo tão belo que acabei por estar em pelota numa praia própria para o efeito - não fosse Sydney conhecida por isso - e o que me soube bem dar banho à minhoca, que já tinha saudades de apanhar solinho no meu corpinho de marmitão!



Além de que, quer-se dizer, fazê-lo em Sydney é sempre fino! E nada de falsos púdicos que não há cú que aguente!

O dia esteve óptimo, mas já para o final da nossa aventura no Eden - e que estranho é estar na praia em vésperas de Ano Novo! - viam-se umas nuvens assustadoras por detrás da city...

E nós a fazermos palhaçadas!


E cá fica uma foto da fauna local. Uns quantos à nossa volta! E como há que proteger estes bichinhos, não é de admirar a paranóia do pessoal quando chega uma catrefada de gente do estrangeiro!

E, de regresso, fomos de barco. Um barco rápido, silencioso, assim como devem ser os transportes públicos em Saint Tropez ou coisa parecida...




E as vistas são o que vê... De tirar o fôlego a qualquer um!

Agora estou sentado numa loja de conveniência com o Shin ao lado. Jantámos, ele vai para a night e o bebé vai fazer ó-ó!

6 comentários:

Maldonado disse...

Que inveja, tu na praia e nós aqui a rapar frio e chuva! :))
Mais uma coisa que aprendi contigo: fiquei a saber que existem praias naturistas na Austrália. É que o naturismo (ou nudismo, conforme as circunstâncias) é algo a que os anglo-saxónicos são avessos...
Ainda bem que experimentaste. É algo que se fica a gostar depois, pois é saudável... ;)
Sleep well!

Daniel Cândido da Silva disse...

Estás imparável!

Gostei das tuas fotos aos pé do ex-libris (a ópera), e não chames música de fusão àquele aborígene...lol...

A criancinha pedinte tem uma maneira finíssima de o fazer (não é toda a gente que toca violino), e o monocarril a atravessar a cidade daquela forma é simplesmente fabulástico. Muito giro, mesmo. O que mais gostei... eh eh

Aquele homem que come fogo nao te fez pensar que estares no ponto A do mundo, no F ou no Z que é mesmo um mundo globalizado? salve-se o dinheiro que ainda é dólar australiano e nao o euro...

Keep amusing yourself

Pipe / Pipo

Cor do Sol disse...

Que invejaaaa...não há um lugarzinho em Oita para mim? Assim , fazia-te companhia nas viagens :)

Anónimo disse...

Oh pá...tu é que a sabes toda! :)
Grandes fotos e grande praia! Diverte-te muito e aproveita ao máximo!
Kiss!!
Inês

eu disse...

Bem que espectáculo! Tens razao quando dizes que os mendigos por aqui têm mt que aprender...nao tens um espaco pra mim dentro da tua bagagem?! Bj

Daniel Carapau disse...

Eu junto-me ao grupos dos invejosos!! Tambem quero praia!

Entao tu queixas-te dos pudicos e tapas as tuas partes pudibundas para a fotografia??? :)

beijos

Dani