sábado, março 31, 2007

Tokyo - Harajuku e Roppongi

Acordamos ao som da chuva. Pensei ca para mim "isto nao 'ta legale"! Mas, de repente, a chuva passou e ficou um dia lindo, cheio de sol. E o Antonio mostrou-me a cerejeira em flor que tem mesmo a sua janela (a foto seguira dentro de momentos). Que belo dia.

Despachei-me - depois de nao ter dormido muito bem, gracas a uns meninos muito faladeiros nas redondezas - e rumei a Harajuku.
Tive que fazer transbordo em Shinjuku, a estacao mais movimentada do mundo, com 3 milhoes de passageiros por dia... E, vos garanto, la movimentada e ela! Mesmo antes do meio dia, estava apinhada de gente!

Harajuku e uma zona muito especial. E conhecida pelas harajuku girls que se vestem de forma muito pouco convencional, dando, assim, forma ao fenomeno conhecido por cosplay.
Esta rua, por exemplo, esta cheia de lojas com roupas muito, como dizer, diferentes... Infelizmente, nao se podem tirar fotografias as ditas cujs, sob pena de sermos multados! Mas aqui fica uma fotografia...

Estavamos na hora de almoco e eu estava cheio de fome... Andei por ali e dei com um restaurante tailandes... E como tinha muito bom aspecto, decidi experimentar a bela da comidinha tailandesa pela primeira vez na minha vida! Sim, leram bem, pela primera vez! E bem boa que era.

Como ainda era cedo, as meninas das fatiotas ainda nao andavam por ali. Vai dai, fui dar um passeio pelos parques daquela area. Sim, porque Tokyo nao e so predios e estradas.
Comecei por visitar o Meiji-jingu, um templo muito bonito, rodeado de verde.









Como da para ver, e um sitio que transmite muita calma. Ouvem-se os comboios a passar ao longe ou os helicopteros a sobrevoar o parque, mas ali esta-se bem. Com as arvores, com o templo, com as pessoas.
E. por falar em pessoas, dei com um casal japones a tirar fotografias no templo. Ja uma vez tinha visto um casamento em Kyoto, mas decidi nao tirar fotografias, por respeito da privacidade das pessoas. Mas, desta vez, vi umas senhoras a perguntarem ao casal se podiam tirar uma shashin (fotografia) e eu tambem tirei! Nao e lindissima esta noiva shinto?




Depois de deixar uma mensagem aos deuses numa pequena placa de madeira - nao vou dizer o que escrevi... calculo que os deuses nao gostariam da indiscricao - fui ate ao Yoyogi-koen, um outro parque ali mesmo ao pe.







Depois do Yoyogi - os nomes continuam optimos - voltei a Harajuku, ali mesmo ao lado. Sentei-me ali a ver pessoas.
Temos sempre a ideia de que os japoneses sao todos iguais e mais nao sei que. Se e verdade que os comportamentos sociais sao sempre semelhantes e que toda a gente gosta do que e kawai e tudo mais, as pessoas nao se assemelham de todo... Sao todos tao diferentes e ninguem se importa com isso... Desde cabelos todos marados, a pessoas que vestem os caezinhos e os chegam a passear em carrinhos de bebe, a homens que parecem mulheres, a roupas com cores e cortes algo diferentes. E ninguem quer saber disso... A nao ser os turistas, claro! Tenho sempre a impresso que em Lisboa as pessoas olham, comentam, riem, apontam. Aqui nao.

Mas chega de consideracoes metafisicas! Aqui ficam as fotografias possiveis das ditas Harajuku girls nos seus fatinhos maravilha. De todas as fotografias que tirei e quis tirar, so me disseram nao uma vez! Nada mal!









O que estas meninas fazem - e alguns meninos, tambem - e estar ali. Pronto.

E o que e fantastico, e que ali mesmo, do outro lado da rua, vi umas meninas completamente diferentes...



Mesmo em frente a loja do Snoopy, como da para ver! Ai o Japao!

Ora, depois disto, fui a pe pela Avenida de Omotesando, uma zona muito bem, com Chanel de um lado, Ralph Lauren do outro e umas quantas ourivesarias carissimas e ainda a Benetton e a Dora Karen! E so de pensar que ainda nem fui a Ginza! Mesmo assim, a rua cheia de gente.
Seja como for, a arquitectura em Tokyo e bem mais interessante que a de Oita. O que tambem nao e dificil. Vi muitos predios muito interessantes, mas decidi tirar uma fotografia so a este...


Depois meti-me no metro e fui ate a Torre de Tokyo. Tinha a ideia de que nao seria muito interessante e ate tinha lido isso mesmo... Mas e mentira! A torre e muito bonita e a vista e extraordinaria. Tal como em Osaka, a cidade nao acaba, a nao ser que olhemos para o mar. A diferenca e que em Tokyo pode ver-se o Fuji-san, o Monte Fuji, a montanha mais alta do Japao e que e uma coisa muito bonita de se ver do aviao, com o seu topo cheio de neve...
Ca ficam as vistas, incluindo o dito Fuji, embora nao de para se ver muito bem!
Ah, ja me esquecia... Como no Japao, e em especial em Tokyo, esta tudo sempre cheio de gente, o elevador para a torre estava cheio ao maximo... Demais!


















Faco aqui uma pausa para dizer que o pe nao e meu. Pedi-o emprestado para a fotografia a uma menina que por ali estava!

E com o por do sol, tambem eu me pus a andar...


A caminho de Roppongi, liguei a Shauna para partilhar a minha alegria de estar na capital! Patati patata e ela diz-me que tinha acabado de sair do banho e que tinha um penteado novo (as duas coisas nao estao directamente relacionadas!). E mandou-me fotografias e tudo! Pura pornografia jamaicana!



Eu so me ria, claro esta, sozinho, no meio da rua a ver estas fotos!

Mas la cheguei a Roppongi Hills, para ir ter com o meu amigo Sachio. Vou ficar a espera que ele me envie a fotografia que tirou de nos dois... Mas aqui ficam umas vistas da zona!





Tokyo e uma cidade, no minimo, avassaladora. Gigantesca, com um encanto proprio. Se pudesse faria uma download de tudo aquilo que os meus sentidos absorvem para vos poder mostrar! So assim entenderiam plenamente...

1 comentário:

Faneca disse...

Bem adorei as árovres..e foi dos relatos "passeadeiros" que mais gostei..nc pensei q Tokyo fosse de facto tão bonita e com (ainda) tantos espaços verdes, pequenos lagos e flores lindissimas..adorei mm as flores! Ah e claro adorei o penteado da tua amiga Jamaicana lolo..ainda gostei + de saber (de ver pelas fotos) q aí a malta tá-se mm nas tintas (e nos pinceis lol) p o aspecto dos outros..pode ser q este país qd for crescido tb seja assim! Hope is the last to die! Bjinhos grandissss.