domingo, novembro 04, 2007

Petites choses

No outro dia decidimos fazer uma surpresa a menina Lauren. Ela fez anos no Domingo, mas a Elecia, macaca, organizou um pequeno jantar surpresa para a Lauren. 23 anos. Uma porcaria, diga-se de passagem!
E, pelo que sei, foi bem dificil convence-la a ir jantar fora... Mas ela la foi e adorou, adorou, adorou!



Estavamos num restaurante de okonomiyaki, bem no centro. Okonomiyaki e uma especie de panqueca com couve, mais uns pequenos vegetais e o que lhes quisermos juntar. Cada um faz a sua "panqueca" ali mesmo. E optimo sair do restaurante a cheirar a panqueca... Mas ha tambem a versao da panqueca feita pelos senhores do restaurante e que nos e servida depois. Adivinhem qual foi a que o menino mamou! Ajuda: e giro experimentar fazer a coisa sozinho, mas so a primeira vez...

Mesmo estando nos num restaurante, o JT nao se coibiu de contar estorias da viagem que algum do pessoal fez a Okinawa! E ele gesticula muito. O que e sempre bom!


E ca esta um dos tais okonomiyaki. Feito pela bela Camille.


Mas a minha vida nao e so jantaradas, almocaradas, festas e prendas e coisas. E tambem trabalho arduo. Ou mais ou menos. Ou de arduo nem tem nada... Enfim...
Na passada sexta feira foi dia de festival cultural na escola de Kaku. Nao me irei aprofundar sobre a coisa, que farto de dizer o mesmo estou eu, mas nao posso deixar de pensar que as escolas japonesas sao mais para se fazer coisas deste tipo do que para se estudar a serio...


Como sempre ha a cantorias, que e uma maravilha de ser ver. Alias, mesmo sendo em japones, e a unica coisa que entendo perfeitamente, porque e musica. E musica nao precisa de palavras como toda a gente sabe. Alias, e o que me vale, se nao ja tinha dado em doido.
Mas, para meu espanto, houve tres discursos em ingles antes dos cantares. Entao nao e que duas das minhas meninas ganharam primeiros premios no concurso que ha todos os anos!? Uma delas escreveu sobre a guerra (andam sempre a falar disto por aqui... o que ate e compreensivel, embora a referencia a causa da coisa esteja sempre ausente...), num discurso perfeito, onde falava das vivencias da avo. A professora estava, porem, receosa de que, havendo membros do juri dos EUA, isso poderia ser um problema... Mas eu la lhe expliquei que isso nao ia ser importante, porque nao sa fala da guerra da mesma maneira nos dois lados do Pacifico... Ou melhor, num dos lados nao se fala e no outro e o que e...

Mas ca ficam os cantares...

video
video
video

O que eu gostava de ver meninos portugueses, desta idade, a fazer isto...

2 comentários:

João Carvalho disse...

Pois...

É mesmo 1 drama essa da 2ª guerra mundial nesse lado do planeta. Imagino que terão a mesma reacção (silenciosa) quando tiverem dado cabo (leia-se, tiverem comido) do sebo à última baleia...

Angel! Quando estrear por aí 1 filme tipo VIETNAME, ou GUERRA COLONIAL PORTUGUESA, avisa o pessoal, ok? Teremos que fazer 1 verdadeira festa...

^o^


Da Costa De Carvalho dixit

Xanoxa disse...

Meninos portugueses a fazer isso.. sim na boa.... com CHIBATAS e agrilhoados... até cantavam mais fininho...