domingo, fevereiro 15, 2009

A minha vida não é só rambóia. Ou simplesmente Paul Smith.

Quinta feira fui assim para o trabalho. Havia uma aula especial, como todos os anos as há em Kaku. Anda sempre tudo num alvoroço preocupado com os convidados que vêm ver a coisa, preocupados com que tudo corra bem, preocupados com coisas que não têm importância nenhuma. E eu sempre preocupado com o que é que hei-de vestir.
Vai daí, na quarta, que tinha sido feriado, fui fazer umas comprinhas mínimas. Tão mínimas, tão minímas que comprei uma camisa Paul Smith. Que hei-de fazer se adoro o design?!


E a aulinha lá começou. 4ª classe, com os miúdos a fazerem apresentações de uma história infantil japonesa, o Momotaro.





Eles foram óptimos! Estes miúdos são absolutamente extraordinários. Entendemo-nos super bem e não têm vergonha de fazer coisas, como tantos outros, em tantas outras escolas!


Fiquei muito satisfeito com a aula e depois, e como sempre neste país, houve uma reunião em que se falou, não só da aula em si, mas do ensino do inglês na primária. E o feedback foi óptimo. O que é de deixar qualquer um satisfeito.
O que não me deixa nada satisfeito é o facto de esta gente conseguir ser tão chatinha... Como se pode ver por esta amostra de xanatos dos convidados... Todos pretos. A não serem uns que eram castanhos escuros.
Agora imaginem o quão interessantes eram as fardamentas!


E assim se passou o dia. À noite ainda passei pela festinha que a escola teve para comemorar o evento. Não tirei fotos que estava exaurido e com dor de cabeça. E eu preciso de me concentrar para as fotos, não é?

2 comentários:

Maldonado disse...

Estás bué fashion! :)
Quanto ao facto de os japoneses terem o inglês na primária, isso é muito bom, visto que actualmente é uma língua presente em todo o mundo nos negócios e nas finanças, bem como na tecnologia.
Cá creio que só a partir do próximo ano lectivo, não tenho a certeza.

Daniel Silva disse...

Ohhhhhhhh... olha que bem... Também gosto do design da camisa mas o conjunto fica-te apelativo.

estás muito engraçado como professorzinho numa mesinha pequenina de madeira. Mas estás um gato na da pose com a foto.

very well, indeed.

Quem gosta de fatos, quem é?

Hugs