terça-feira, fevereiro 03, 2009

Merry Setsubun

Hoje é dia 3 de Fevereiro. Dia de Setsubun. E como este blog não pode ser só de maldicência, cá fica um post sobre a cultura deste país. Único, sem dúvida alguma.

A primavera está para chegar. Sinceramente, parece estar longe que tem chovido imenso. Mas a verdade é que, daqui a nada, a primavera está aí. E o dia de hoje marca, também, a entrada do novo ano, de acordo com os calendários do tempo da Miquelina, velhos velhos velhos.
Neste dia, e como é um dia de mudança, as pessoas pegam em frutos secos (tipo amêndoas, soja, etc...) e atiram-nos pela janela, de forma a afugentar os demónios mauzinhos do catano.
Vai daí, hoje no almoço da escola, tivemos todos direito a um pacotinho de frutos secos. E eu já atirei os meus pela janela fora, que vou precisar de muita sorte este ano.


Basicamente é isto. E esta informação toda foi-nos dada pela nossa chefe. A tal que me deu água pela barba, mas com quem as coisas têm andado muito muito melhor!

De resto, acabei de receber uma encomenda dos papás! Já estava à espera dela há algum tempo.
Assim que o carteiro me tocou à campaínha, dei um salto de frente do computador, corri para ele, assinei o meu nome todo (sabem lá o tempo que isso leva!), voltei e abri a coisa!


Não se esqueceram das línguas de gato, nem do Cerelac e do Nestum! Sim, é verdade, adoro-os e sabem-me especialmente bem quando não me apetece cozinhar. Sobretudo quando está frio!!! Este fim de semana algum deles há-de marchar!
E também me mandaram uns bombons Rajá! Que bela surpreseta! Adorei, adorei, adorei!

9 comentários:

vermelhinha disse...

Não há nada melhor do que receber coisas lá da "terrinha" sejam preciosidades gastronómicas ou um postal que apenas nos diga "lembrei-me de ti"! :)
Os dias em que há correio de Portugal são sempre dias BONS! :)

Guardian of Mirrors disse...

Viva a cerelac e o nestum lol :)
Gostei do teu blog vou adicionar no meu.
abraço

Miguel F. Carvalho disse...

Rajá?? muito bom!!!

Antonio II disse...

Ó Angelo 御無沙汰しております(gobusatashiteorimasu - a forma polida de ohisashiburidesu, ou seja "há quanto tempo..."). Sou mesmo português, não consigo não falar muito!...

Permita-me alguns comentários sobre o "setsubun":
1 - muito mais importante e corrente do que frutos secos é feijão seco ("mame" em japonês e é isso que está escrito no pacote da foto). Deve não só atirar-se pela janela, mas sobretudo (e primeiro) atirar-se dentro de casa a partir do genkan (o sítio da entrada onde se descalçam os sapatos). Ao atirar-se deve dizer-se repetidas vezes "oni wa soto, fuku wa uchi" (diabos para fora, boa sorte cá dentro). Ângelo, se não disse isto pode não ter efeito. O conselho de justiça do Céu, na próxima semana, decide o que fazer com quem não cumpriu o ritual correctamente...
2 - Nalgumas regiões do Japão (mas nunca me apercebi disso em Nagasaki nem em Fukuoka e, de todo, não em Tóquio) considera-se que os diabos podem ter utilidade e, por isso, dizem "diabos dentro, sorte dentro".
3 - Para além dos que se atiram, para proteger por dentro corpo e espírito, devem comer-se tantos feijões secos quanto a idade que se tem + 1 (para o espírito).
4 - Antigamente, e ainda hoje nalgumas regiões, colocam-se na entrada da casa (ou do prédio) arranjos de azevinho com cabeças de sardinha (como no ano Novo com os kadomatsu - arranjos de pinheiro, azevinho e bambu). Diz-se que o cheiro da sardinha afugenta os demónios. Eu diria que não só os demónios...
5 - Antigamente a divisão do tempo no Japão era diferente de hoje, os meses tinham outros nomes e o Ano não começava no actual 1 de Janeiro. Embora Fevereiro seja um mês de neve, começam agora a florir (lindamente) as ameixoeiras e este é o primeiro sinal da Primavera. Por isso, era no dia seguinte ao setsubun que se dizia começar a Primavera.
6 - Com rigor, setsubun é não só o dia anterior ao início da Primavera, mas também o dia anterior ao início de cada Estação. E, como sabe, os japoneses (uma cultura profundamente rural e ligada à força da natureza) dão uma atenção muito grande às Estações e praticam rituais muito próprio de/em cada uma (de certo já lhe perguntaram se em Portugal há 4 Estações...- isso interessa-lhes, e eu respondo-lhes sempre com o Vivaldi, que todos conhecem...).

É assim este país: talvez o mais avançado do mundo tecnologicamente, o que tem a distribuição de rendimento mais igualitária do planeta, com níveis de instrução, de vida e de civilidade como há poucos, mas que preserva as suas raízes e tradições milenares, ou seja a sua identidade, como nenhum outro país.

Ângelo, peço desculpa por ter escrito tanto, mas não tive tempo para escrever em menos linhas.

Anónimo disse...

Gosto tanto dos Rajá!!!!
Bjs
Inês

Taxonomys disse...

Essa das línguas de gato cheira-me assim de repente a traição, lolololol... Acho que vou ter que chamar a atenção desses pais que a história das línguas de gato é com o pappy e a mammy, lolololol...

NanBanJin disse...

Ó Ângelo, e desta não é que me deixaste com uma pontinha de inveja!?...

Os meus Velhotes - que são uns queridos (faço questão de o deixar bem claro) - a mim só me mandam o jornal PÚBLICO (que chega, claro está, com 4/5 dias de atraso) e, e, e tenho que pedir e insistir, senão esquecem-se!... Mas trago-los no coração, verdade seja dita.

Ah! Saudade!

Angelo disse...

Caro António II, a minha cabeça anda feita em água, que não tenho dormido como deve ser há imenso tempo. Sabia de alguns pormenores que referiu e dos quais me esquecera! Mas, como sempre, agradeço a informação! E nunca peça desculpa por falar demais. Uma pessoa como você nunca fala demais!

Abraço

Cor do Sol disse...

As linguas de gato...já não como à tanto tempo.
O Nestum marcha sempre :)