quarta-feira, novembro 05, 2008

O dia de hoje


Eh pá, hoje até há umas quantas coisas que contar...

A primeira foi logo à 1 da manhã, quando o papá do menino resolveu ligar-me para me dizer uma coisita que podia ter sido feita por email sem stress e sem me acordar. E voltou a ligar quando carregou nos botões errados. Ou seja, acordou-me duas vezes e por duas vezes me foi difícil adormecer.
Ele entretanto já me ligou a pedir-me desculpa e tal e disse-me que se sentia mal por tudo e mais não sei quê!
Paizinho kiko, para tua informação, da próxima vez manda-me um email para o telemóvel: angelo01501978@q.vodafone.ne.jp. Só não me voltes a acordar, se faz favor.

Mas, pronto, um gajo tem que perdoar o velhote que ele já está todo xexé, como a sogra dele!

Durante a manhã foi a chuva de emails no dito telemóvel com notícias sobre o bacano do Obama. Afinal parece que (alguns) americanos ainda têm juízo!
Mas não se iludam, amigos. Sem dúvida alguma, Obama é a melhor escolha para os Estados Unidos e para o resto do mundo. Imaginem o que era ter um McCain que só sabe falar do como é bom ser americano e uma Palin trogolodita que nem deve saber assinar o nome. Mas nem tudo serão rosas. Com a economia à beira de uma recessão, não será fácil cumprir todas as suas promessas eleitorais e a gente sabe que isso levará a alguma contestação mais tarde ou mais cedo. E vamos ver como irá ele lidar com os loucos que andam por esse mundo fora.
Seja como fôr, fico muito contente por ele ter ganho. Seja preto ou branco, isso pouco me importa. Mas não na América, onde qualquer pequeno detalhe pode fazer toda a diferença! E em termos históricos tem, sem dúvida, a sua importância.
A Shauna diz que chorou com a notícia e toda a gente, até ao momento, se congratulou com o resultado.

O dia de trabalho estava já a chegar ao fim. A Otsuka, a menina da papelada de Kaku, ia levar-me à estação, já que também estava de saída e ia nessa direcção. Mas reparei que estava ao telefone e que só dizia sim sim. De repente via-la a acenar a uma prof. Pensei cá para mim que tinha deixado a água do chá a ferver e que estava a chamar a atenção para isso... Mas não podia estar mais enganado!
A rapariga poisou o telefone e contou que um tipo tinha ligado a perguntar se podia ir à escola, já que era dia de open school, ou seja, a escola estava aberta a visitas da comunidade. Depois perguntou se haveria casas de banho que pudesse usar. E depois perguntou à Otsuka se ele queria ir para a casa de banho com ele! Acham normal!? A rapariga ficou logo abananada, claro. Eu só lhe disse que ela devia era ter-lhe chamado baka (estúpido) e desligado o telefone! Mas a etiqueta japonesa não o permite...LinkClaro que já havia planos para eu a defender, sendo estrangeiro e, com esse simples facto, posso afugentar qualquer japonês com cara de mau!
Ainda lhe perguntei se queria ir à casa de banho antes de irmos embora, mas até se encolheu!
Estes japoneses são mesmo malucos! São, talvez, incapazes de roubar ou de ser indelicados, mas com tanto recalcamento fazem coisas destas!

E ao jantar, ha pouco, fui ter com a Shauna e a Pernais... Mas reparem bem no acessório que levei: sim, o cachecol da minha Ana Maria!





video

video

E agora para aqui estou, ligeiramente constipadito!

5 comentários:

Anónimo disse...

Apenas para dizer que não gosto da foto de topo! :(
Inês*

Célia Novais Rosado disse...

Eu cá gosto muito do cachecol da nossa Ana!
E deixa-me que te diga que te fica a matar!!!!

Tb não curto a foto...

Anónimo disse...

Gracias pela mudança da foto! Só por isso hoje vou tirar fotos às luzes para te enviar! :)
Beijoca
Inês

Anónimo disse...

something is wrong with the video. I can't watch any of it!!!

Ana Maria disse...

Espero que não tenhas ficado constipado por causa do cachecol.
Mas fico tão babada por o teres usado.
E nem calculas o que chovem de pedidos para o Natal
DEvem pensar....
O meu Angelo é o meu Angelo.
bjs