domingo, outubro 26, 2008

Ainda os papás

No último dia do João e da mommy Marizé, fomos jantar. E a Lauren também apareceu, o que só tornou a coisa ainda melhor!

Comemos ali mesmo, na estação, onde nos encontrámos porque os papás são uns galdérios e tinham andado a passear o dia todo, enquanto o escravo Isauro - eu mesmo - esteve a trabalhar!





Comemos chanpon, que é uma espécie de sopa com noodles e coisas lá dentro!

Depois o papá João queria fazer um vídeo que apanhasse a música dos sinais luminosos cá do sítio... Eu e a mommy Marizé concordámos conquanto ele dançasse... Mas foi salvo pelo gongo... Ou, neste caso, pela falta dele!

video

E assim foi. Depois disto viemos para casa, no dia seguinte acordámos bem cedinho e eles meteram-se no barco para Shikoku e eu fui para Ueno dar aulas!

Escusado será dizer que adorei tê-los cá!

2 comentários:

Taxonomys disse...

Filhote,

Gostamos muito de te ter reencontrado ao fim dos tais 6 e tal dias... Confessamos neste momento, e publicamente, que o teu processo de adopcao foi complicado, arruinou-nos financeiramente porque tivemos que vir ao Japao para te encontrar, e pos o teu pai a pensar se fez bem em te juntar a tua mae... (olha que par)... mas valeu a pena estes dias. obrigado.

Da Costa De Carvalho dixit

MJS disse...

Meu Filhote querido,

Nao ligues ao que o teu pai diz, ele ja esta entradote, agora com os seus 40...

Os teus pais estao felizes por teres esperado por nos todos estes longos dias em que estivemos em Okinawa.

Acredita meu querido que todos os dias implorava ao teu pai que me levasse a uma cabine telefonica e me deixasse falar contigo uns momentos, mas ele esta cada vez mais forreta. Viste o que aconteceu, mal tive tempo de te chamar filhote acabou-me logo com a conversa. Mas pronto, a vida e mesmo assim e temos que o entender.

Agora que nos voltamos a separar, recordo com saudade os momentos em que partilhamos a sopita de massa a que nos levaste na tua querida estacao de Oita, apesar da ausencia de um caloroso ximxim...

Beijinhos da tua chorosa mommy,
Marize