segunda-feira, agosto 16, 2010

Baptizado

Sim, com "p", que é assim que se escreve e não me venham cá com modernices.

Ora bem, este último fim de semana fui ao primeiro baptizado da minha vida adulta. Nunca tinha visto um e estava curioso. Não sei bem para que serve - se é que tem alguma utilidade - mas queria ver como é.

A igreja estava toda iluminada... Perdão, cheia. Que já ía embalado por outra música.



A igreja de Odivelas é bem gira mas estava super cheia e, por isso, muito quente...

Depois há aquela coisa que é o desrespeito pelo local. Do género, gente na conversa, um telemóvel e afins...

Eu pensei que o baptizado seria só para o meu primo mais recente, mas estava enganado. Foi para uma série de pessoal.

Depois foi a festarola, não muito longe - o que dá sempre jeito - e tirámos fotos. Como é da praxe.



Os pais da criança - com o meu primo à esquerda, os meus pais e o avô babado.



Os avós e os meus pais.



A avó e eu.



Estava muito bem, sim senhor.

Decidi não pôr a foto do meu primo, mas para compensar aqui estou eu a deliciar-me com uma bela mousse.



E o bolo do puto era super fixe!



E assim foi um dia de festa, sem muito calor e deu para meter muita conversa em dia. Afinal não via o pai babado e o irmão - os meus primos - há mais de quinze anos...

3 comentários:

Ritchie disse...

Também não percebo bem para que servem, ao certo, os baptizados mas emfim... cada qual faz o que quiser... mas realmente tenho muita pena de uma coisa.
antigamente, baptizados como o meu que durou hora e meia, eram uma celebração especial, algo único e exclusivo... como julgo que deveria ser.
no ultimo a que fui o padre até brincou dizendo que tinha acabado de sair mais uma fornada quentinha de cristãos... parece que é uma linha de uma fábrica e não o suposto acolhimento de uma pessoa no meio cristão. emfim

pinguim disse...

Gostei muito da tua crónica...Aquela da "igreja toda iluminada" é fabulosa...

V. disse...

Julho/Agosto são meses de baptizados... tenho pelo menos 4 filhotes de amigos que apanharam com água na tolinha há pouco tempo, no que eu chamo baptizados em 'massa'! Uns verdadeiros serial baptizados...

O que me faz ainda mais confusão, é o dinheiro que se gasta na festa... e até mesmo nos vestidinhos para os/as catraios/as.
Enfim... ao menos dá para encher o pandulo!