domingo, setembro 16, 2007

Conversas laterais

No outro dia, o Tomek dizia que ate aqui havia Testemunhas de Jeova a baterem-nos a porta! "Que chatos que sao" dizia ele e mais nao sei que... Pois eu nao podia discordar mais!
Em Portugal, estes senhores andam de porta em porta, como em qualquer outra parte do mundo, mas sao por demais insistentes. Chatos, mesmo. A minha avo que o diga! Uma vez ficou uma hora fechada na cozinha enquanto eu falava com umas senhoras kikas!
Podem ser chatas e tudo, mas eu gosto muito de falar com esta gente. Mas ja nao tenho a certeza de que eles gostem de falar comigo! A ultima vez que me cruzei com Jeovas em Portugal foi na Reboleira e depois de mais de uma hora de conversa e de eu dizer que a "Biblia" e demasiado aborrecida e cheia de metaforas nunca mais por la passaram.
Mas eu queria dizer que os Jeovas aqui sao uns queridos. Eu digo-lhes que nao estou interessado, eles pedem desculpa, fazem uma venia e vao-se embora. Na verdade nao sei se isso se deve ao facto de estarem em panico por estarem perante um estranja ou se sao genuinamente assim!
Alias, mesmo que quisesse falar com eles aqui, nao sei se conseguiriamos manter uma conversa em ingles. Ou entao dexei de ter paciencia!

2 comentários:

vanessa disse...

Ah ha mas aí aposto que não há 1 único testemunha de Jeová que seja como a minha avó...testemunha e comuna ao mesmo tempo...diz lá se n é a coisa mais original que já ouviste? tanto é que ainda hj ou qd leres este comment sei q vais esboçar o mesmo sorriso q sp fizeste sempre q este assunto vinha à baila..lol..jinhos.

Lee-Sean disse...

The Jehovah's Witnesses used to come visit me in Nakatsu too. I talked to them for a bit. There was one lady who was very nice. She brought me cookies and even a bento with dinner once.