sábado, agosto 12, 2006

Tanabata

Todos os anos, no primeiro fim de semana de Agosto, assiste-se ao festival de Tanabata, aqui, em Oita. E um espectaculo. Um misto de ordem niponica e de loucura quase metafisica. Sao tres dias de festa, numa cidade engalanada. Ha um ano, assisti a este mesmo festival, mas nao ususfrui dele plenamente, tal era o cansaco em mim por aqueles dias... Mas desta vez, pude aproveitar ao maximo. Pelo menos, um dos dias... Depois perceberao porque.

Tudo comeca com a passagem das misses nao-sei-das-quantas. Depois vem as criancinhas e depois a festa propriamente dita.
Os homens transportam estes carros com figuras de papel, cujo topo tem lugar para duas ou tres pessoas que incentivam e acenam la do alto. Andam um pouco, param, e rodam os tais carros, numa demonstracao de forca e, claro, de unidade. Antes disso, ha a danca ao som de seya seya, o grito dado nos festivais. A danca e igual para toda a gente e toda a gente a faz ao mesmo tempo. E o espirito niponico que, tenho que confessar, me deixa frustrado muitas das vezes, mas neste caso me deixa deslumbrado... So horas de danca continua, no calor humido do verao japones.
E se nas marchas de Santo Antonio desfilam os bairros de Lisboa, aqui nao desfilam os bairros de Lisboa - claro esta - nem os de Oita. Desfilam, isso sim, as empresas da zona, desde a Tokiwa ao Oita Bank. E no meio do desfil principal tambem se vem criancinhas... Eu so espero que elas nao trabalhem nas ditas empresas! Cof cof!

E mais nao digo. As fotografias nao fazem juz ao momento, mas aqui ficam elas!




1 comentário:

João Carvalho disse...

Tanabata para ti também...

Que maravilhoso espectáculo visual. Se arranjares 1 câmara de vídeo como deve ser 'tá-se mesmo a ver que a LUSA ainda te vai contratar...

:)

Da Costa De Carvalho dixit