sábado, julho 23, 2011

Há coisas difíceis de acreditar

Nem queria acreditar no que ouvia. Desta vez, foi a Noruega que tremeu com a loucura de alguém. Achei aquela explosão no coração da cidade uma coisa atroz e fiquei estupefacto com a destruição!


O pânico das pessoas era visível e estava sem saber o que dizer.

Mas depois tudo piorou... Fiquei a saber que a besta, não satisfeita, matou mais de oitenta pessoas numa pequena ilha não muito longe de Oslo. Sobretudo adolescentes.

E isto levou-me a pensar no tipo de besta que teria, sequer, pensado numa atrocidade destas! Isto é um acto desumano e próprio de um louco. Não me interessa se ele é loiro de olhos azuis e, pelos vistos, fundamentalista cristão. Para mim, uma besta capaz disto não é uma pessoa. É um animal louco. E, sinceramente, nem sei o que merece...

1 comentário:

pinguim disse...

E o meu Déjan lá; que aflição...